Consultor Jurídico

Comentários de leitores

35 comentários

Na lei?

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Qual lei ou norma constitucional fala nesse reajuste com base na inflação, sr. Ricardo T. (Outros)? Quero resposta objetiva.

Portal Transparência

Alexpf (Procurador Federal)

Os argumentos de juízes e promotores são corporativistas. Não resistem a uma pesquisa no Portal Transparência.
Ninguém está dizendo que esses servidores públicos devem ganhar mal, mas isso é bem diferente de achar que devem ganhar bem mais que qualquer outra categoria de servidores públicos, que têm funções similares às deles. (Delegados, Auditores da RFB, Advogados Públicos). Em nenhum lugar do mundo isso acontece. Acorda Brasil! Já passou o tempo das castas!
Quem fizer as contas verá que um Juiz ou promotor que tire os 60 dias de férias, mais o recesso de final de ano, mais os feriados emendados e finais de semana, fica mais tempo sem trabalhar do que trabalhando.
E quanto ao papo de plantões, etc. isso também é balela. O dia de plantão é compensado, em algumas unidades para cada dia de plantão há dois dias de folga. Vamos parar com a hipocrisia.
E antes que alguém venha dizer que são atividades com muitas responsalidades só tenho a dizer duas coisas. A primeira, não é a única carreira que tem muitas responsabilidades. Dá para citar uma centena ou mais (v.g., médicos, engenheiros, professores, etc.). O outro argumento é que mesmo alguns magistrados que acham que são as pessoas mais importantes do mundo, um ser escolhido por Deus para o representar na terra, SE NÃO TIVER O ADVOGADO RALÉ, QUE NÃO PASSOU EM CONCURSO (QUE É O PENSAM MUITOS DOS JUÍZES SOBRE OS ADVOGADOS) PARA INGRESSAR COM UMA AÇÃO, O JUIZ NADA PODERÁ DECIDIR E SEU PODER FICARÁ PARALISADO, A DEPENDER DA PROVOCAÇÃO DE TERCEIROS. SÓ ISSO JÁ DEMONSTRA QUE O SISTEMA DE JUSTIÇA DEPENDE UM DOS OUTROS, NÃO HAVENDO COMO ADVOGAR A TESE DE QUE UMA ATRIBUIÇÃO É MAIS IMPORTANTE DO QUE A OUTRA. POR ISSO A CF FAÇA EM FUNÇÕES ESSENCIAS À JUSTIÇA.

reajuste

Ricardo T. (Outros)

O reajuste é devido no percentual da inflação. Os desmandos do governo não podem sucatear o Poder Judiciário. Não tenho inveja de juiz e nunca tentei ser um e nem vou tentar. Devemos reconhecer que o Poder Judiciário e o Ministério Público estão desenvolvendo um ótimo trabalho com relação aos demais Poderes. Devemos fortalecer o MP e o Judiciário e não ter inveja de seus membros.

não concordo

_Eduardo_ (Outro)

1. Se existe esta média mensal que o relatório apontou e que o MAP tanto gosta de reiterar, então que se expurgue estes excessos, pois isso não e a realidade em todas unidades da federação.
2. Qualquer levantamento feito sobre remuneração, se não demonstrada analiticamente a metodologia, não é confiável, pois em outras oportunidades já houve levantamentos que consideravam terço de férias, indenização de licenças-prêmios, etc.
3. Bons juízes querem, na verdade, a fixação da data base e, por consequência, o cumprimento da constituição. A ausência de reajuste, ainda que aquém da inflação (como é o de praxe), representa, na verdade, decréscimo salarial e desprestígio à função.
4. Quanto às férias é sempre bom ressaltar que jornada de trabalho e férias são temas nos quais não existe uniformidade. a cada categoria, de acordo com diversas peculiaridades, se impõe determinado tipo de jornada de trabalho e regime de férias. Então esta discussão, se for para ser levada a frente, deve ser de forma transparente e tecnicamente correta.

Remuneração média de 45 MIL REAIS

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A remuneração mensal média de 45 mil reais de juiz está demonstrada em um relatório sobre gastos do Poder Judiciário divulgado há alguns dias. Salvo engano, a informação pode ser obtida neste documento: http://s.conjur.com.br/dl/justicaemnumeros-2016-infograficos.pdf. Há no discurso de juízes um amplo universo de falsidades quando o assunto é remuneração. Eles ganham valores absurdos, turbinados com penduricalhos diversos, e dizem que estão na miséria, sem aumento, e tudo o mais. O mais trágico nessa história toda é que cabe a esse pessoal, com esses valores morais (ou melhor, falta deles) nos julgar. Não é sem motivo que este País está no buraco.

Juízo

ponderado (Funcionário público)

O juiz tem que ganhar bem mesmo. MAS DEVE CUMPRIR RIGOROSAMENTE O PREVISTO NOS ARTIGOS 155 e 156 DO CPP. Não pode um papagaio ou um robô q fundamenta sua decisão transcrevendo a denúncia criminal, chancelando muitas sacanagens, ciladas q podem conter no autos. O DEVER É FUNCIONAL DE IMPULSIONAR O PROCESSO NA BUSCA DA VERDADE MATERIAL, E NÃO MERAMENTE FORMAL, SOB PENA DE COLOCAR NA JAULA UM INOCENTE APENAS POR SER HIPOSSUFICIENTE.

Beira o ridículo

Olho clínico (Outros)

Juizes e Promotores fazem plantão de 24h x 7 e não recebem nada por isso. Ficam de plantão no recesso, natal, carnaval, sem receber nada por isso. Fazem júris até madrugada sem receber nada por isso. São acionados pelos conselhos tutelares aos fins de semana, à noite, não podem sair da comarca ou tomar uma cerveja como qualquer pessoa, em razão da audiência de custódia, e não recebem nada por isso. Evidente que os 60 dias são compensação. - Ministra não disse que se tirarem 30 dias, os juizes terão que fazer tudo isso, ou terão os mesmos direitos do dito trabalhador comum? 8 horas diarias, adicional noturno, hora extra?????

Coloquem os contra-cheques aqui!

Alexpf (Procurador Federal)

Prezados Ítalos e Daniel,
Coloquem seus contracheques dos últimos quatro anos aqui no conjur para a população poder verificar se realmente não houve nenhum reajuste em suas remunerações nesse prazo, bem como se os Tribunais ao quão estão vinculados estão respeitando o teto constitucional.
Esqueceram do reajuste de 2015, cerca de 15%. Lei 13.091/2015?
Vamos parar de balela!

Remuneração

Ronaldo Cardeal (Administrador)

Sobre a média remuneratória, sugiro que entrem no link do TJ-SP ("http://www.tjsp.jus.br/Institucional/CanaisComunicacao/Transparencia/ResCNJ102/Default.aspx") e vejam os valores pagos aos magistrados mês a mês. Aconselho que vejam, por exemplo, os valores pagos entre os meses de fevereiro a agosto de 2016, para que a comparação não fique enviesada quando se observa apenas um mês. É claro que se trata de apenas um tribunal (o maior do país), mas é possível fazer algumas extrapolações a partir daí. Nota-se, por exemplo, que o teto constitucional de pouco mais de R$ 33.700 é pura ficção. Verbas indenizatórias (a exemplo do auxílio-moradia) e "vantagens eventuais" (pagas com bastante frequência ao longo dos meses, enfatize-se) engordam os holerites de forma absurda e todos estes itens escapam ao corte do teto. Em outros tribunais, a exemplo do TJ-RJ, poderão ver remunerações médias similares. Neste particular, muito provavelmente a esfera federal seja um pouco mais parcimoniosa que os Estados, entretanto, nos últimos dois anos, juízes federais e procuradores do MPU emularam um pouco os colegas estaduais ao passarem a receber o famigerado auxílio-moradia e o adicional de acumulação de ofício.

Postura irretocável

FelipeD (Advogado Associado a Escritório - Tributária)

Com a devida vênia, os comentários dos magistrados aqui na coluna demonstram o quanto uma boa parcela da magistratura está preocupada apenas consigo mesmo. Não há dúvidas de que juízes merecem ser bem remunerados, o que já são. Basta olhar as remunerações líquidas que constam no portal transparência dos tribunais. Não há juiz que ganhe menos de 20 mil líquidos o que, convenhamos, é um excelente salário. No entanto, basta a mais alta magistrada do país falar que AGORA não é momento de aumentar os subsídios, o que é bem sensato considerando o momento que o país vive, para haver gritaria. Sugiro a quem ganha este belo salário, tem todas as garantias e está insatisfeito, que se organize melhor financeiramente. Do contrário, pode vir outro aumento, e mais outro, que sempre haverá insatisfação.

Em cima do muro

JB (Outros)

No primordial ela ficou em cima do muro e evitou comentar, sobre a aposentadoria compulsória desses magistrados corruptos, deveria ser a décima primeira medida anti- corrupção.

misericordia!!!

Italo Calvino (Juiz Federal de 1ª. Instância)

Quanta falta de sensibilidade e desconhecimento da Magistratura Nacional!!! Parece que quer jogar para o Público, ao fazer estas observações! A magistratura esta sem aumento há algum tempo, e desconhecem que pagamos Imposto de Renda, plano de assistência médica, que a União não nos dá! Tudo aumenta, menos o salario do Juiz, que tem que pagar escola para filhos, e muito mais. Serão dois anos de pura seca! Quem deveria nos defender, nos ataca! Tudo voltado para a mídia! Saudades do antigo Presidente, que este sim, era Juiz de Verdade, e cumpriu com muita eficiência o seu mistes... Devemos voltar para o volta do Adicional por Tempo de Serviço e valorização da carreira.... Agora afirmar que ganhamos 45 mil reais, é fugir da realidade....

Que conclusão coerente!

rode (Outros)

Vamos acabar com as férias dos juízes, já que eles não a usufruem! Só trabalham!
O que mais? Vamos acabar com o salário dos juízes, pois eles só trabalham e não tem tempo para gastar.
Sacanagem tanta burrice.

Perguntas

Daniel André Köhler Berthold (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Em que ramo do Poder Judiciário se ganha os propalados (pelo comentarista anterior) R$45.000,00, mesmo brutos?
Se "não é hora de aumentar remuneração dos juízes", teria sido hora de o Poder Legislativo da União ter dado, e o Executivo, concordado com vários outros aumentos, como foi o caso dos Advogados da União, que tiveram, muito recentemente, um aumento em que "o céu é o limite"? Passaram a embolsar o valor de quase todo o "encargo legal" (20% do valor de qualquer execução fiscal em que ente federal seja autor) e honorários em que ente federal é vencedor.
Por que só se lembram de que falta dinheiro, que há crise, quando se trata de reajustar subsídios de Magistrados?
Aliás, alguma vez (salvo em campanha eleitoral), algum governante NÃO alegou que estivéssemos em crise?

É claro que não pode dar certo

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Cada juiz ganhando 45 mil mensais à custa do sofrimento do povo, e ainda querem mais. Vejam, esses são os que nos julgam.

Comentar

Comentários encerrados em 26/10/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.