Consultor Jurídico

Notícias

Problema de gestão

Ausência de membro do MP não gera adiamento de audiência em ação criminal

Comentários de leitores

10 comentários

Devolve ao Erário o auxilio-moradia já!!!

Thiago Com (Jornalista)

Acho que o 'Roberto MP' não entendeu a brincadeira do colega delegado. rsrs.. Tamanha é a gula pelo $$ de alguns do MP. Enfim, tem é que descontar dos faltosos (sem justificativa), as faltas na folha do pagto. Já recebem gratificação por 'acumulação' pra isso... pra cumprir com as tarefas... E falando em 'auxílio' já passou da hora de cessar o tão contraditório 'auxílio-moradia'. Este q perdura até hj graças a uma liminar e a pressão das corporações p não julgar. Devolve ao Erário o auxilio-moradia já!!! rsss.. Essa é a campanha q não qr calar... Vários MPs sucateados, sem verba, com deficit enorme de pessoal, sem nomeações... e ainda tem gente q ainda vislumbra mais uma boquinha... kkkkkkk (Texto retificado)

Devolve o auxílio-moradia Já!

Thiago Com (Jornalista)

Acho que o 'Roberto MP' não entendeu a brincadeira do colega delegado. rsrs.. Tamanha é a gula pelo $$ de alguns do MP. Enfim, tem é que descontar dos faltosos (sem justificativa), as faltas na folha do pagto. Já recebem por gratificação por 'cumulação' pra isso... pra cumprir com as tarefas... E falando em 'auxílio' já passou da hora de cessar a tão contraditório 'auxílio-moradia'. Este q perdura até hj graças a uma liminar e a pressão das coorporações p não julgar. Devolve ao Erário o auxilio-moradia já!!! rsss.. Essa é a campanha q não qr calar... Vários MPs sucateados, sem verba, com deficit enorme de pessoal, sem nomeações... e ainda tem gente q ainda vislumbra mais uma boquinha... kkkkkkk

"Auxílio Audiência" Já!

Roberto MP (Funcionário público)

Ferraciolli (Delegado de Polícia Estadual) você matou a cobra e mostrou o pau. Foi curto e grosso. Com apenas 8 palavras traz a solução para o problema - a criação do "Auxílio Audiência". E para ser depositado na conta do interessado tão logo seja realizada a audiência.
Não alcançará 100% mas, diminuirá em muito essas faltas. Parabéns!

Decisão impraticável

Serpico Viscardi (Professor)

Absurdo jurídico. Simplificam algo que é muito mais complexo.

Advogados (sobretudo os públicos), fazem poucas audiências, em geral. Podem controlar melhor a agenda e podem recusar casos, quando já tem trabalho em excesso. Delegados não fazem audiência nenhuma. Juízes fazem muitas, mas tem o controle da pauta (podem adiar, mesmo sem justificativa). Promotores fazem muitas também, mas não controlam a pauta (estão na pior situação).

Já vi Promotores indo e voltando em diversas salas de audiência, para dar conta de pautas em quatro varas ao mesmo tempo. Isso está correto? O serviço será bem feito?

O que é falta justificada? Faltar uma audiência criminal para fazer uma petição inicial pedindo o acolhimento institucional de uma criança em situação de risco se enquadra? Só é falta justificada se houver outro compromisso formal previamente agendado?

Audiência criminal sem Promotor é piada. Sociedade fica sem representação.

Se falta testemunha, advogado e juiz, audiência é adiada (ou se conduz coercitivamente a testemunha, ou se busca substituto para o juiz/advogado). Por que deve ser diferente com o Promotor?

Se a falta é injustificada, que se puna!

Corregedoria do CNMP, de corporativista não tem nada. Basta olhar as decisões semanalmente.

Aliás, juízes e promotores são os únicos servidores que são julgados disciplinarmente por estranhos à carreira (CNMP e CNJ)

Todos os demais servidores, incluindo policiais, são julgados disciplinarmente por seus pares (isso sim é corporativismo).

Problema de gestão?

Ferraciolli (Delegado de Polícia Estadual)

Que tal criarem o auxílio audiência?
Problema resolvido!

MP é parte.

Delegado Quintas (Delegado de Polícia Estadual)

O Juiz é justo e imparcial e, além disso, temos ali a presença do defensor. Prossigamos com o julgamento, mesmo com o Promotor faltoso. E outra, dado o corporativismo, ninguém mais acredita na Corregedoria do MP ou do CNMP. O julgamento em tela é prova disto.

curioso é que a OAB nada fale sobre isso...

daniel (Outros - Administrativa)

A OAB discute sobre triangulação do processo, algo bem mais simples, mas nada fala sobre o juiz acusador !!!

Ausência não justificada.

Luciano L. Almeida (Procurador do Município)

Não deve ser problema do Réu, da defesa, ou do juízo a ausência não justificada do membro do MP, a audiência deve sim prosseguir. A justificada, assim como para a defesa, nada mais justo que se adie ou remarque. Em relação ao argumento do Proc. Hélio, com a devida vênia, se a acusação não foi, continuam a defesa e o juiz fazendo o papel que lhes cabe..não entendi porque alguém tem que assumir o papel de alguém.

Preocupante

MILANE TAVARES (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Abre o caminho para fazer a audiencia sem advogado/defensor e condenar sem defesa muito em breve.
Faz-se necessária reação dos operadores do direito contra a quebra do sistema acusatório.

Processo inquisitorial e ampla defesa

Helio Telho (Procurador da República de 1ª. Instância)

E quem vai exercer a acusação? O juiz? O defensor é que nua é.
Que garantia o réu vai ter de um julgamento justo e imparcial se o juiz acumular a função de acusador e julgador?
Voltamos ao processo inquisitorial?
O réu é que vai ter que pagar a conta dos problemas de gestão do MP?
Não seria melhor adiar a audiência e acionar a corregedoria do MP para apurar a falta do promotor ou a corregedoria do CNMP para apurar a falha de gestão do MP?

Comentar

Comentários encerrados em 10/10/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.