Consultor Jurídico

Notícias

Limites constitucionais

Entidades de juízes federais e do Trabalho negam desrespeito ao teto salarial

Comentários de leitores

10 comentários

Será?

preocupante (Delegado de Polícia Estadual)

Mesmo alguns deles chegando a perceber mais de R$ 200.000,00 ainda acham que ganham pouco.
Se dizem que isso não está acima do teto, esses magistrados devem saber de muita coisa, menos das regras básicas da Constituição Federal.
Eles difundem um discurso de que o poder está diretamente vinculado a um salário de marajá.
Mesmo que o serviço prestado pelo judiciário brasileiro fosse o melhor do mundo não justificaria a percepção, por nenhum magistrado ou membro do MP, de qualquer valor acima do teto estabelecido pela CF. Do contrário, caracteriza improbidade administrativa, infração que praticam com a maior desfaçatez.

Teto salarial

Contribuinte Sofrido (Outros)

Se os juízes afirmam que não recebem acima do teto, que mostrem seus contracheques ou publiquem a folha de pagamento. Todos sabemos que recebem, e bastante, acima do teto.

O que estiver errado tem que ser revisto sim

Ricardo (Outros)

Em todos os setores! Não se pode fechar os olhos para nada. Não se critica a iniciativa de garantir a observancia do teto constitucional, o que decorre da necessidade de aplicar a Constituição, mas sim o motivo e o momento político. Bastou a delação premiada da Odebrecht ser alinhavada para Renan Calheiros e seus pupilos priorizarem a questão. O povo não é besta. Tem muita coisa pra acertar nesse País, inclusive na própria advocacia. A OAB tem que prestar contas dos recursos que arrecada e onde são aplicados. Tem que limitar os ganhos dos titulares de cartórios e adequa-los ao teto consticional. Tem que limitar honorários advocatícios nas demandas contra o Poder Público. Só que aqui no Brasil cada um enxerga o cisco no olho do outro e não vê a trave diante de seus olhos. O povo é individualista e o bem comum nunca foi prioridade. Haja hipocrisia ...

Pode ser uma espécie de retaliação.

Weslei Estudante (Estagiário - Criminal)

Pode ser uma espécie de retaliação (boa por sinal), porém intimidação, bom! A conduta do poder judiciário contra o executivo e legislativo dentro da lei (é ótima) e não é intimidação. A proposta do poder legislativo do teto, está dentro da lei e para cumprir o teto previsto na Constituição. Qual é o problema nisso? Não é dinheiro público?

Constranger e intimidar, uma ova!

Paulo Jorge Andrade Trinchão (Advogado Autônomo)

Conversa fiada! São uns poucos privilegiados (cidadão de primeira classe!!!), e reclamam à toa, e um país com quatorze milhões de desempregados não pode sucumbir a interesses corporativistas, mesquinhos, gananciosos e egoístas de juízes e procuradores (promotores). Abjetos interesses jamais poderão estar acima dos interesses maiores da cidadania! Por essas jaezes desculpas, é que este país, desgraçadamente, continua se parecendo cada vez com uma repugnante republiquetas de bananeiras.

Corrigindo

Observador.. (Economista)

Ou tudo fica às claras...

Equilíbrio para todos

Observador.. (Economista)

Não há "meio certo".
Se há um teto, quem não está cumprindo, independente do que achamos da política, está certo ou errado?

Cobra-se sacrifício do povo.
Ou se tudo fica às claras, ou parece que sacrifício e "dedo na cara" , só é bacana quando é no outro.

Devemos aproveitar o momento e mudar a nação.
Acredito que o povo espera que cada um cumpra o seu dever.

Diferença entre retórica e realidade...

Gabriel da Silva Merlin (Advogado Autônomo)

Uma simples análise da realidade já mostra que existe uma diferença abissal entre esta e a retórica dos magistrados, isso porque é só olhar o portal transparência para ver que há inúmeros (para não dizer todos) salários acima do Teto mesmo entre juízes federais (nos TJ's a coisa parece ser ainda pior).

Só a titulo de exemplo (e existem inúmeros outros casos iguais a esse), há um magistrado na JFSC que recebeu desde o início de 2016 até outubro um salário médio de R$ 51.000,00.

Embora haja algumas dúvidas sobre a real intenção do cangaceiro Renan Calheiros em criar essa comissão, quanto ao fato de existirem salários nababescos no setor público não há absolutamente nenhuma dúvida.

Militares

O IDEÓLOGO (Outros)

Os políticos estão sobressaltados com o Poder Judiciário e com o Ministério Público.
Uma forma de inibir a ampliação das investigações realizadas pelo Ministério Público é congelar os salários dos Juízes e Promotores até atingir cinco salários mínimos. Mas, unidas, as duas instituições continuarão no combate à corrupção até o momento em que os políticos resolverão editar uma lei que os protegerá do próprio alcance da lei. A comunidade se revoltará, o país ingressará em um "caos econômico, político, social e institucional, e os Militares serão chamados, novamente, a eliminar a perturbação.

congresso - intimidação juízes e promotores

Ricardo T. (Outros)

O Congresso quer claramente intimidar os juízes e promotores; Tudo isso por causa do combate à corrupção.

Comentar

Comentários encerrados em 1/12/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.