Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mão amiga

Ex-secretário do PT e mais quatro pessoas viram réus em nova ação da "lava jato"

Um dia depois de receber denúncia do Ministério Público Federal, o juiz federal Sergio Fernando Moro tornou réu o ex-secretário do PT Silvio Pereira, acusado de receber um veículo estimado em R$ 74 mil, em troca de auxílio para a empreiteira GDK fechar um contrato com a Petrobras, no Espírito Santo, em 2004.

Outras quatro pessoas são acusadas, inclusive Renato de Souza Duque, ex-diretor da petrolífera, suspeito de fraudar a licitação da obra para beneficiar a empresa. O MPF afirma que a empresa prometeu pagar 1,5% do contrato, totalizando R$ 6,8 milhões.

Segundo a denúncia, Pereira tem relação com o esquema, pois gerenciava um sistema de escolha de apadrinhados políticos do PT para cargos de livre indicação no governo federal. Ele ainda é acusado de lavar dinheiro usando uma empresa de eventos, em seu nome, para receber R$ 486 mil da empreiteira OAS entre 2009 e 2011. O ex-presidente da construtora, José Adelmário Pinheiro, também virou réu nesta quarta.

Moro voltou a dizer que, nessa fase, cabe ao juiz apenas avaliar se há indícios suficientes de autoria e materialidade. “Questões mais complexas a respeito do enquadramento jurídico dos  [...] devem ser deixados ao julgamento, após a instrução e o devido processo.”

Ele avaliou que valem os mesmo fundamentos já anunciados quando ele mandou prender Pereira, em abril. O ex-secretário responde em liberdade. A “lava jato” tem 22 sentenças e cerca de 20 ações penais ainda em andamento. Com informações da Agência Brasil e da Assessoria de Imprensa do MPF-PR.

Clique aqui para ler a decisão.
Clique aqui para ler o resumo de 17 das 22 sentenças da "lava jato".
Processo 5056533­32.2016.4.04.7000

Revista Consultor Jurídico, 9 de novembro de 2016, 20h36

Comentários de leitores

2 comentários

abre o cofre ...

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

é muito bom ver esse pessoal aos poucos chegar no vermelho no cheque especial ...

Mais um...

O IDEÓLOGO (Outros)

Mais um que terá a companhia do Dr. Sérgio Moro.

Comentários encerrados em 17/11/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.