Consultor Jurídico

Centralizador de metas

"Tribunais só deixaram de ser ilhas com a criação do Conselho Nacional de Justiça"

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

Mateus

LAV (Outros)

Já não bastou o pai, agora também queres o filho. É hereditário o quinto?

data vênia, discordo!

Neli (Procurador do Município)

Penso que foi um grande erro a criação de Conselhos.
Para fiscalizar um Juiz tem o Tribunal.
Para punir um Juiz tem o TJ.
Conselho para quê?
Dias atrás, puniu uma magistrada depois de longo tempo.
Justiça tardia é injustiça!
Aliás, o problema do Brasil é a criação de Órgãos como se fosse um remédio para curar todos os males.
Erro também foi a criação de Agências:se tem o Ministério, para quê ter Agências?
Outro erro foi a criação do Ministério da Defesa!
Em São Paulo, capital, a criação, pelo ex-prefeito José Serra, de secretário adjunto .
Tudo isso , a meu ver, é para por mais funcionários em cargos de comissão, estrutura material etc.
Data máxima vênia.

CNJ

MMoré (Outros)

Vencimentos inflados e falta de fiscalização do CNJ preocupam integrantes do STF. Ministros do Supremo Tribunal Federal criticaram a prática de pagamentos acima do teto constitucional que beneficiam três a cada quatro juízes brasileiros. Por resoluções que editou ou pela falta de fiscalização, o CNJ permitiu que se criasse o caos — disse Gilmar Mendes.
Fonte: http://oglobo.globo.com/brasil/ministros-do-stf-criticam-remuneracoes-acima-do-teto-20342638

Excepcional

Matheus Gomes (Outros)

Tenho acompanhado a produtividade do
CNJ, em especial o do Conselheiro Emmanoel Campelo. O trabalho desenvolvido por Sua Excelência é digno de Nota. Nos dois mandatos em que atuou, alçou aproveitamentos notáveis; não registrou ausências (em julgamentos plenários/virtuais) injustificadas, além de contribuir de forma ímpar para o preparo, a efetiva implantação e a difusão da conciliação e da mediação judicial no âmbito da Justiça Brasileira. Alguém que, permita-me registrar, deveria ser aproveitado por um dos tribunais para os quais tanto contribuiu, através do quinto constitucional!

iludido Advogado autônomo

Iludido (Advogado Autônomo - Civil)

Prefiro nem comentar esse artigo conforme se encontra. Apenas afirmo que é um artigo com alta dose de política e que portanto, visa o futuro particular. Pergunte apenas ao mundo, se todos gostariam de aposentar com base em uma salário de 65.000,00 mensais como citado, por vender sentença, dando um prejuízo incalculável à parte, oxalá ao Brasil ( vive disso) Isto, imaginando um advogado aposentado com um salário mim. Por aprazível/ pesadíssimo, me chama que eu vou!

Pena Social

Ang (Funcionário público)

Apenas um pequeno contraponto em relação à questão da pena social imposta ao magistrado como deveras severa. Qualquer trabalhador quando demitido por justa causa, possivelmente passará pelo crivo ferrenho de futuros empregadores. Logo, dizer que o juiz estará exposto a uma condição socialmente injusta e por isso não deve perder os seus proventos, é um argumento fraquisimo e revela o sentimento corporativista que prevalece no país.

Excelente artigo!

Paulo Jorge Andrade Trinchão (Advogado Autônomo)

Um dos mais profícuos e admirados conselheiros que já passou pelo CNJ. Sem dúvida alguma, a sua extraordinária contribuição por um país mais justo e respeitoso para com a cidadania, será sempre ovacionado pelos operadores do direito, e a própria sociedade brasileira, a maior interessada. Parabéns pelo exemplar trabalho Dr. Emmanoel Campelo, e sucesso na nova empreitada.

TJSP

O IDEÓLOGO (Cartorário)

O TJSP continua como um órgão avesso à Democracia. Juízes e Desembargadores ganham, em média, R$ 65.000,00, e os funcionários atordoados com problemas financeiros provocados por agiotas, desmotivados, desmoralizados, alcoólatras, em regime de sobrevivência econômica e social, toxicômanos, enfermos, revoltados e isolados.

Brasil.

Professor Edson (Professor)

A pessoa comete crime mas não pode perder a contribuição, esse é o paraíso do crime.

Comentar

Comentários encerrados em 14/11/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.