Consultor Jurídico

Notícias

Participação democrática

Novo projeto de lei quer instituir eleições diretas para a direção da OAB

Comentários de leitores

13 comentários

Diretas já na OAB!

Romeu Lopes (Advogado Sócio de Escritório)

Diretas já na OAB! É vergonhoso como está!

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará .

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por: Vasco Vasconcelos, escritor e jurista. Parem de pregar o medo, o terror e mentira. (Principais armas dos tiranos).
A palavra advogado é derivada do latim, advocatus. Segundo o dicionário Aurélio, Advogado é o "Bacharel em direito legalmente habilitado a advogar, i. e., a prestar assistência profissional a terceiros em assunto jurídico, defendendo-lhes os interesses, ou como consultor, ou como procurador em juízo”. Há vinte anos OAB, vem se aproveitando dos governos covardes para impor sua máquina de arrecadação. Vendem-se dificuldades para colher facilidades, triturando sonhos e diplomas de jovens e idosos, gerando fome, desemprego, depressão, síndrome do pânico, síndrome de Estocolmo e doenças psicossociais, causando incomensuráveis prejuízos ao país com esse contingente de escravos contemporâneos da OAB jogados ao banimento. Faço minhas as palavras do então Presidente do TJDFT Desembargador Lécio Resende: “Exame da OAB É uma exigência descabida. Restringe o direito de livre exercício que o título universitário habilita”. Há três anos, durante o lançamento do livro ‘Ilegalidade e inconstitucionalidade do Exame de Ordem do corregedor do TRF da 5º Região, Desembargador Vladimir Souza Carvalho, afirmou que exame da OAB é um monstro criado pela OAB. Disse que nem mesmo a OAB sabe do que ele se trata e que as provas, hoje, têm nível semelhante às realizadas em concursos públicos para procuradores e juízes. “É uma mentira que a aprovação de 10% dos estudantes mensure que o ensino jurídico do país está ruim. Não é possível falar em didática com decoreba”, completou Vladimir Carvalho. Aprendi na terra do saudoso conterrâneo Ruy Barbosa, que “A bove majore discit arare minor” (O boi mais velho ensina o mais novo a arar". Vamos Humaniza OAB.

Lex specialis

Antonio Carlos Kersting Roque (Professor Universitário - Administrativa)

Lex specialis derogat generalis.
Agora entendo porque não passa no exame de ordem.
Faltam conhecimentos basilares do direito.
Insisto, Vasconcelos jurista, é muito triste ver as suas fundamentações.
Usa falaciosamente o argumento da inadimplencia para justificar a tese do caça niqueis.
Vá estudar para se intitular jurista.
Por enquanto é só um chorão.

Nobre professor

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos, escritor e juristas. Vossa Senhoria por ser professor universitário deveria justificar a excrescência do caça-níqueis exame da OAB com argumentos jurídicos. Está insculpido em nossa Constituição Federal – CF art. 5º, inciso XIII, “É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases – LDB – Lei 9.394/96 art. 48 da LDB: os diplomas de cursos superiores reconhecidos, quando registrados, terão validade nacional como prova da formação recebida por seu titular. Ou seja o papel de qualificação é de competência das universidades e não de órgãos de fiscalização da profissão ou de sindicatos. A própria OAB reconhece isso. É o que atestava o art. 29 § 1º do Código de Ética Disciplina da OAB “Títulos ou qualificações profissionais são os relativos à profissão de advogado conferidos por universidades ou instituições de ensino superior, reconhecidas. Esse dispositivo foi revogado recentemente mas tem efeito "Ex-nunc". É falsa a afirmativa de que OAB lucraria muito mais com a entrada desses profissionais em seus quadros. Na realidade há Seccionais que o número de advogados inadimplentes com anuidades chegam a quase 30%. OAB com seu exame caça-níqueis faturou nos últimos vinte anos R$ 1,0 BILHÃO , sem nenhum retorno social, sem prestar contas ao TCU, tudo isso e sem computar a indústria dos cursinhos e editoras. Se p/ser Ministro do Egrégio STF, não precisa ser bel. em direito (advogado), se para ocupar vagas nos Trib. Superiores OAB se utiliza de listas de apadrinhados da elite? (Quinto dos apadrinhados)? Por que p/ ser advogado o bacharel tem que passar por essa cruel humilhação e terrorismo? Entendeu?

Voto direto em sistema de chapas ?

Barchilón, R H (Advogado Autônomo - Civil)

Como bem se ressaltou no primeiro comentário aqui feito, não é o voto direto só que vai resolver a coisa, o sistema de chapas também tem que acabar, e não tem o menor cabimento mexer nesse vespeiro sem introduzir a votação eletrônica. Afinal, pra trabalhar o sujeito tem que ter identidade digital.

Essa turma que tá surfando essa onda no momento perdeu o bonde da história e está abusando pela última vez, para deixar claro que isso é um problema preliminar à solução de qualquer problema em que a OAB tenha que atuar, porque legitimidade não há senão nas rotas estruturas atuais, que dão sucessivas mostras de desfacelamento.

Em outras palavras, se não dermos um jeito de nos resolvermos, nós os advogados, para conseguir mudar as estruturas internas de legitimação da representação coletiva da classe, não poderemos contribuir com isenção para a construção de uma solução política. Sempre haverá desconfiança, porque há inescondível apropriação dessa representação, ora para promoção individual, ora a de grupos bem definidos em seus patrocínios no jogo do poder.

A urna eletrônica é uma realidade. O voto eletrônico é inexorável, assim como era a implantação do processo eletrônico, que a entidade ignorou o quanto pode e tardou em se preparar para enfrentar em larga escala. Só lhe restou construir pronto-socorros para dinossauros em extinção.

Temos que estar à frente do processo de reorganização da sociedade civil, com um novo modelo de governança associativista eletrônica que nos livre dos caciques nos partidos, dos pelegos nos sindicatos etc.

A hora é essa: Macaco, olha o teu rabo !

Diretas já

Antonio Carlos Kersting Roque (Professor Universitário - Administrativa)

Há muito me bato por essa providência.
ELEIÇÕES DIRETAS JÁ.
Quanto ao Vasconcelos e seus títulos, tenho que ele ainda não entendeu a necessidade do exame de ordem.
Não é um caça niqueis como quer fazer crer.
Para a OAB é muito mais saudável que todos os bacharéis estivessem inscritos nos seus quadros, receberia mais dinheiro anualmente, é uma conta simples de se fazer.
No entanto, o que vejo, são pessoas pseudamente tituladas, inclusive, de "juristas", que não conseguem passar no exame.
Estudar é preciso.
Tive muitos alunos rebeldes que eram contra a prova porque tinham medo dela.
Esses, continuam, na sua maioria, bacharéis, já eram perdedores desde a academia.
Tristeza.

Não aceito insultos rasteiros

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos, escritor e jurista. Os senhores plantonista da OAB, Vossas Senhorias não são obrigados a concordarem com o minha Opinião. Respeito todas as opiniões contrárias, com civilidade. Porém não aceito golpes baixos, insultos rasteiros e/ou “Argumentum ad hominem”. Se não possuem argumentos jurídicos para contrapor, CALEM-SE.Uma verdade omitida pela mídia que censura artigos contrários a esse caça-níqueis. OAB não tem interesse em melhorar o ensino jurídico. Se tivesse bastaria qualificar os professores inscritos em seus quadros. Recursos financeiros não faltam. São quase R$ 1,0 Bilhão de reais tosquiados, nos últimos vinte anos, sem retorno social, sem nenhum transparência e sem prestar contas ao Tribunal de Contas da União TCU, gerando fome, desemprego e doenças psicossocial, causando prejuízos incomensuráveis ao país. Com esse contingente de escravos jogados ao banimento. Enquanto taxas do ENEM são apenas R$ 65, taxas do caça-níqueis da OAB, aumentaram na calada da noite para R$ 240, (um assalto ao bolso), haja visto que as taxas médias dos concursos de nível superior (NS), giram em torno de R$ 80, taxas do último concurso da OAB/DF, apenas R$ 75,00. Destarte em respeito à Constituição Federal, ao direito ao trabalho e em respeito à Declaração Universal dos Direitos Humanos estou convencido que o próximo ganhador do Prêmio Nobel da Paz sairá pela primeira vez na história, para o Brasil, entre dezenas de abolicionistas contemporâneos que estão lutando com pertinácia e denodo pelo direito ao primado do trabalho, pelo fim da última ditadura, o fim da escravidão contemporânea da OAB, ou seja pela libertação de cerca de quase 130.000 advogados devidamente qualificados pelo Estado (MEC) impedido do livre exercício profissional .(..)

Coerência

Limmals07 (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Por coerência, a turma que atualmente assumiu a OAB Nacional deve vir a público e declarar seu apoio a tão importante iniciativa, pois vivemos combatendo o voto secreto e a forma indireta como as deliberações são tomadas no Congresso Nacional, mas esquecemos do quintal da nossa casa.
Que a proposta inclua a possibilidade de um conselho escolhido de forma proporcional para atuar ao lado da chapa vencedora.
Parabéns pela iniciativa.

Diretas para ontem

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Não é possível que poucos cabeças de bagres decidam por toda a classe, a favor da oposição, FIESP, maçonaria ou outra politicagem qualquer. Os argumentos são convincentes; só o nefasto corporativismo e interesses escusos pretendem impedir as diretas na OAB.

Vasco segunda divisão

afixa (Administrador)

mesmo se houver eleição direta, você vai ter que estudar para passar na prova da OAB, pois, comentarista do Conjur não é profissão regulamentada. Só por isso você pode falar aqui. Agora, para ser advogado tem que estudar e ser aprovado no exame. Aliás, este exame está muito fácil. Vou sugerir ficar no mínimo de nível médio.

Diretas já, oab

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos, escrito e jurista. Quero louvar a feliz iniciativa no nobre Deputado Fausto Pinato por ter apresentado aos seus pares o PL 4.684/2016 dispondo sobre eleições diretas para Presidente da OAB. A propósito OAB que tanto clama pela democracia tem que ser exemplo de tudo em sintonia com os princípios s insculpidos no art. 37 da Constituição. Mas o PL em questão tem que ser aperfeiçoado para deixar patente a natureza jurídica da OAB, pois ela gosta de meter o bedelho em tudo e não é exemplo de nada. No instante em que o onda do desemprego está batendo todos os recordes, seria de bom alvitre em respeito ao primado do trabalho os nobres deputados abolir de vez a última ditadura a escravidão contemporânea da OAB, ou seja extirpar urgente do nosso ordenamento jurídico o famigerado fraudulento pernicioso, discriminatório caça-níquei$ exame da OAB, aprovando urgente o PL nº2154/2011. A propósito durante o lançamento do livro ‘Ilegalidade e inconstitucionalidade do Exame de Ordem do corregedor do TRF da 5º Região, desembargador Vladimir Souza Carvalho, afirmou que Exame de Ordem é um monstro criado pela OAB. Disse que é uma mentira que a aprovação de 10% dos estudantes mensure que o ensino jurídico do país está ruim. Não é possível falar em didática com decoreba”, completou Vladimir Carvalho.Afinal qual o medo da Presidente Dilma e do omisso Congresso Nacional abolirem de vez a última ditadura, a escravidão contemporânea da OAB? Antes da promulgação da Lei Áurea, era legal escravizar e tratar as pessoas como coisa, para delas tirar proveito econômico. A história se repete: o caça-níqueis da OAB, cuja única preocupação é bolso de advogados qualificados pelo Estado (MEC), jogados ao banimento, renegando pessoas a coisas. Isso é Brasil.

Algo mais

Orlando Maluf (Advogado Sócio de Escritório)

Louvavel a iniciativa de alteração do sistema eleitoral da Ordem, criando-se a eleição direta para presidente nacional. Não é, no entanto, suficiente para redemocratizar a entidade, como diz o dr Pintar. Inexiste a necessária proporcionalidade de representação do eleitorado, amordaçada pela obrigatoriedade de candidaturas em chapas, causando com frequencia distorçoes várias, como por exemplo os que foram votados em significativa parcela (por exemplo, 35%) não terem direito a participar do conselho.

Passo adiante

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

É preciso um pouco mais. O que corrompe a OAB é o famigerado sistema de chapas, na qual o grupo que ganha "leva tudo", impedindo a formação de uma sadia divergência interna. De qualquer forma, o Projeto é um passo para a abertura da OAB ao mundo civilizado a fim de que a Instituição volte a exercer sua função constitucional.

Comentar

Comentários encerrados em 7/04/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.