Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Lista que cresce

Renan Calheiros é alvo de mais dois inquéritos no Supremo

Em uma semana, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), viu o número de inquéritos apresentados contra ele aumentar de sete para nove. As duas novas investigações contra o parlamentar vêm de outra investigação que já corre na Justiça. O pedido de desmembramento partiu do Ministério Público Federal e foi aceito pelo Supremo Tribunal Federal.

O inquérito que resultou nas duas novas investigações tem como suspeitos, além de Renan Calheiros, o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE). As ações foram desmembradas no último dia 22 de março e ficarão com o ministro Teori Zavascki por terem ligação com temas investigados na operação “lava jato”.

Em um dos inquéritos serão apuradas supostas irregularidades em contratações na Transpetro e, no outro, um suposto conluio entre Calheiros e Gomes para que uma empresa fosse contratada pela Petrobras. No último dia 21, o ministro Zavascki decidiu abrir o sétimo inquérito contra Renan Calheiros.

O ministro atendeu pedido da Procuradoria-Geral da República destinado a apurar supostos repasses para Renan Calheiros feitos pelo doleiro Alberto Youssef, um dos delatores do esquema de desvios na Petrobras. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 29 de março de 2016, 10h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/04/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.