Consultor Jurídico

Notícias

Volta às origens

Procurador Wellington Silva decide deixar ministério para continuar no MP

Comentários de leitores

5 comentários

MP e seleção na política criminal

daniel (Outros - Administrativa)

com base na decisão do STF então o MP também não pode ficar subordinado à seletividade pela polícia nos Inquéritos POliciais, cabe ao MP definir as prioridades penais e o que a Polícia irá investigar, invertendo a lógica atual

De acordo com o Dr. Falcão

Luiz Antônio Almeida Liberato (Cartorário)

De total acordo com a íntegra do comentário do Dr. Falcão. Do ponto de vista institucional, sem cabimento a atuação de membro do MP em atribuição de governo. Soa até curioso esse fetiche com o MP nesse momento político... apenas mais uma das tantas contribuições para a desconstrução do Estado criado pela CF/88.

lealdade e engajamento?

DPF Falcão - apos (Delegado de Polícia Federal)

Se o MP não pode ficar subordinado ao Governo, já que o membro PRESENTA o MP, sendo na verdade o próprio MP, nas palavras do Min. GM, tanto faz, quanto tanto fez, ser anterior ou posterior a 1988. O MP estará sob o jugo do Executivo, ferindo de morte a independência tanto enaltecida, inclusive no voto do Min. Barroso: "Quem exerce função de Estado, como é o caso do membro do Ministério Público, não deve poder exercer função de governo. Função de Estado exige distanciamento crítico e imparcialidade. Função de governo exige lealdade e engajamento".
Segundo o Min. Celso de Melo, o MP teria saído vitorioso no STF, já que teria sido assegurada a sua independência quanto ao Executivo.
O parágrafo 3º, do artigo 29 ADTC determina observância às vedações na data da promulgação da CF.
Logo, membro do MP, mesmo anterior a 1988, também não pode assumir cargos no Executivo.
Constituição Federal de 1988 - ADCT:
Art. 29. Enquanto não aprovadas as leis complementares relativas ao Ministério Público e à Advocacia-Geral da União, o Ministério Público Federal, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, as Consultorias Jurídicas dos Ministérios, as Procuradorias e Departamentos Jurídicos de autarquias federais com representação própria e os membros das Procuradorias das Universidades fundacionais públicas continuarão a exercer suas atividades na área das respectivas atribuições.
§ 3º Poderá optar pelo regime anterior, no que respeita às garantias e vantagens, o membro do Ministério Público admitido antes da promulgação da Constituição, observando-se, quanto às vedações, a situação jurídica na data desta.

Como dizia o "leao da montanha",saida pela esquerda....

hammer eduardo (Consultor)

Inteligente decisao por conta do pequeno baianinho. Arriscar jogar uma carreira solida no Ministerio Publico com direito a todos os conhecidos beneficios e penduricalhos em geral em troca de uma fugaz carreira num governo de bandidos que derrete ao sol do meio dia. O desgoverno petralha para nao correr mais riscos colocou na função outro ilustrissimo desconhecido apenas para manter a posse e acima de tudo o controle daquela outrora importante cadeira. Como e da " cota pessoal" do procurador geral do Eduardo Cunha tambem conhecido como " Vovo Mafalda", o novo " ministru" devera se comportar como manda o figurino dos petralhas. Certamente fara sua tentativa de colocar uma " focinheira" na Policia Federal o que nao devera lograr êxito graças a forte atuação de nossa boa Imprensa. Curiosa a atitude da quadrilha palaciana que insiste em fazer cara de paisagem mesmo com o tsunami de Civilismo fartamente mostrado ontem, comportam-se mesmo como os Musicos do Titanic que tocaram ate o fim e morreram tragados pelo infausto naufragio. Os Ministerios a muito nao sao mais habitados por pessoas escolhidas por meritocracia mas sim pela qualidade em aderir aos quadrilheiros do PT desde que no final possam arrumar alguma " teta" e se arrumarem tambem. Este e o paiszeco vagabundo que Nos tornamos nao totalmente por culpa dos vagabundos de Brasilia mas acima de tudo pela indiscutivel mediocridade de nossa lamentável população acima de tudo omissa , covarde e " inguinoranti" . O problema e que os variados calhordas de Brasilia sabem disso e trabalham bem essa fraqueza coletiva. Se lulla é inocente , Beiramar pra presidente.......

o ultimo

afixa (Administrador)

a sair. apague a luz

Comentar

Comentários encerrados em 22/03/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.