Consultor Jurídico

Comentários de leitores

12 comentários

Com razão

Luiz Soares de Oliveira (Corretor de Imóveis)

Acho que a juíza está coberta de razões. Agiu bem e aplicou o direito conforme a razão que o fato proporcionou. P'ra mim isto é o suficiente porque acabou com a farsa do reclamante.

Re: Juízes onissapientes

Erivelton Oliveira (Advogado Autônomo - Civil)

Poder concluir contrário a perícia é preceito legal, mas vale ressaltar que a decisão da juíza foi contrária a um médico e dois a dois peritos. O primeiro diagnosticou, o perito do INSS comprovou e o perito judicial confirmou. Só mesmo sendo onissapiente para descartar opiniões técnicas baseada em postagem de redes sociais.

Informações de rede social

Hyru Wanderson Bruno (Advogado Autônomo - Trabalhista)

As informações de redes sociais não retratam a vida real do indivíduo. E essas informações não podem ser usadas sem ampla defesa e contraditório, podendo nesse caso, gerar nulidade na sentença. O autor tem o direito de se manifestar sobre essa prova.

O que vale para os EUA

João G Lessa (Engenheiro)

Aliás, pegando carona no comentário anterior, se for para cumprir pena após o julgamento de primeira ou segunda instância, aí a comparação com os EUA não vale.

olhar para dentro

afixa (Administrador)

o que acontece nos EUA ou em outro lugar é absolutamente irrelevante. outro povo, outra cultura, outra história. vamos parar de buscar respostas em outros lugares e colocar nossas cabeças para funcionar? o juiz pode produzir provas e pode desconsiderar a perícia. é a lei

MODA

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Na Justiça do Trabalho virou moda a consulta, sem pedido da parte, da Internet.

para outros fins nada

GMR-GG (Outros - Criminal)

Para a justiça do trabalho muita utilidade tem essa rede social. Por outro lado, para fins de persecução criminal ela não interessa à justiça, deixando de ser importante e, enquanto isso, quem faz a festa são os criminosos que a usam para delinquir.

Um pouco menos

Observador.. (Economista)

Temos que ter uma noção um pouco menos editada do chamado "primeiro mundo".
Estão melhores do que nós (principalmente pela forma como percebem as leis, o Estado e seus agentes públicos) mas há casos polêmicos também.
Segue um que, se fosse em Bruzundanga, iria logo gerar infindáveis protestos e questionamentos:
Justiça divina
Nos EUA, juiz condena mulher a escrever resumo do livro de Jó como parte de sua sentença.
http://www.migalhas.com/mostra_noticia.aspx?cod=159093

Quinto mundo

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Enquanto no primeiro mundo processos são anulados apenas porque um dos jurados "deu uma olhada no facebook", aqui vai o próprio juiz realizar suas "diligência de ofício" para prejudicar o trabalhador. Claro, somos muito melhores do que o primeiro mundo...

O problema está no detalhe

Observador.. (Economista)

A pessoa pode viajar, passear, ir a passeatas....mas não pode trabalhar?Não pode, ao menos, tentar um acordo e trabalhar em outro área ou tendo menor jornada?
Concordo que o Facebook nem sempre retrata a realidade.Mas se há disposição para publicar fotos onde demonstra saúde e bem estar para atos de lazer, há que se lembrar dos sacrifícios que a vida exige de todos.
Temos que acabar com a mentalidade de que empresas ou o Estado devem sustentar pessoas ainda aptas ao trabalho.
O trabalho gera riquezas, produção e é o que desenvolve qualquer país.

Juízes onissapientes

tmareto (Advogado Autônomo - Civil)

A juíza concluiu contrário às perícias apresentadas e sem levar em consideração os tratamentos que devem ser realizados para o caso do mal psicológico que o trabalhador alegou ter. Demonstra saber nada da Síndrome de Burnout. Juízes não podem "concluir" pela cura de uma doença porque eles não são capacitados para diagnosticar doenças. Fotos em redes sociais mostram uma quimera, uma vida perfeita que a grande maioria dos que nelas postam não tem. Como pode servir de conclusão para a cura de uma patologia? Então uma pessoa que tem câncer, mas está viajando e curtindo a vida deve estar curada, pois essa atividade toda é incompatível com a patologia? Socorro.

Retardo

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Postagens em redes sociais nem sempre representam a realidade das pessoas, que se possa ter absoluta credibilidade.

Comentar

Comentários encerrados em 15/03/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.