Consultor Jurídico

Notícias

Prerrogativas em xeque

Advogados denunciam policiais militares por não terem acesso a clientes detidos

Comentários de leitores

7 comentários

Respeito mútuo....

Pek Cop (Outros)

Com as investigações devem ser apontado os advogados se estiverem envolvidos com o crime ou não, se houver algum que some indícios suficiente para se investigar que o faça....mas a polícia não pode se valer de acusações evasivas ou cárcere privado para sustentar suas conduções, cabe a PM como aliados o silêncio e a honra. Acho que policia e advogados tem que andar juntos para um bem comum, o matimento da ORDEM e da JUSTIÇA!!!!

Pífia polícia!

Flávio Marques (Advogado Autônomo)

Isso é que dá pregar o dogma do militarismo para um polícia que se relaciona diretamente com a população CIVIL! Logo, levam todo o condicionamento (entenda-se viseira!) típico da concepção militar para o trato interpessoal com o cidadão. Em outras palavras: pensam que os cidadãos também são militares (de baixa patente), razão pela qual não podem questionar, não podem se indignar, não podem nem mesmo fazer "cara-feia". Coitada da tropa auxiliar, serão isso, nada mais: tropa auxiliar!

Cupla da oab

MURILO SOUZA ADVOCACIA (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

Sem mérito os policiais e devem ser punidos. Há uma Lei Federal, diga-se, de conhecimento público e notório, é Lei 8.906/94. Nesta está minha vida e minha casa. Minha profissão é inviolável. Mas, resumo, culpa da OAB que não está fazendo nada pela Advocacia e nada pelo Brasil.

Em Brasília é igual

Adv_RALMEIDA (Advogado Assalariado - Criminal)

Já passei por experiências similares, infelizmente, na Capital da República.
Entende a polícia haver uma suposta 'incomunicabilidade' do preso dentro de viatura e em qualquer deslocamento, seja, ou não, de carro.
Conclamo a classe, e mesmo a Ordem, a envidar esforços para rechaçar qualquer conduta tendente a diminuir prerrogativas ou direitos individuais.

Polícia é igual em todo lugar

Jefferson Santana (Advogado Autônomo - Criminal)

O comportamento dos policiais militares é o mesmo em qualquer Estado. Também já sofri com esse tipo de comportamento, a mesma conduta "ipsis litteris", conhecida como síndrome da pequena autoridade.

A OAB tem que lutar urgentemente contra esse tipo de conduta, bem como os advogados que sofreram a agressão devem registar um Boletim de Ocorrência relatando o crime de abuso de autoridade.

Enquanto isso...

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Nenhuma novidade. Com a omissão reiterada da OAB/SP na defesa das prerrogativas da classe acabou se sedimentando a cultura de violação das prerrogativas. Veja-se que enquanto os colegas advogados estão sendo impedidos de trabalhar Marcos da Costa e seu grupo neste momento torra o dinheiro de nossas anuidades no chamado Palácio das Conveções do Anhembi em uma festa faraônica visando apenas e tão ostentação, tudo isso em uma época de extrema crise. De se esperar que os advogados que efetuaram a denúncia sejam agora processador criminalmente pelo fato de terem relatado os abusos, também com omissão da OAB/SP. E a situação tende a se agravar, cada vez mais, até a advocacia chegar ao fim.

Abusos

Ley (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

É e ainda querem unificação das Polícias...

Comentar

Comentários encerrados em 11/03/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.