Consultor Jurídico

Quebra de sigilo

Executivo do Facebook é preso por causa de apuração envolvendo WhatsApp

Retornar ao texto

Comentários de leitores

8 comentários

Erro crasso!

Júlio Candal (Advogado Autônomo - Civil)

No momento deste comentário já se tinha notícia de que o Tribunal de Sergipe concedeu liminar para soltura do executivo. A conclusão óbvia a que se chega é a de que o juiz que determinou a prisão (da cidade de Lagarto, no Sergipe) expediu ordem de prisão de forma equivocada, ao arrepio da lei, pois, se assim fosse, a instância superior não teria determinado a soltura. O grave problema reside na ausência de dispositivo legal que responsabilize o magistrado em tais situações, de forma a obriga-lo a exercer seu mister com o indispensável respeito ao cidadão. Somos deuses?

Lamentável

Marcos Antônio de Araújo Filho (Advogado Assalariado - Administrativa)

Me lembrei do caso Da lama da Samarco, quando a justiça determinou que a lama não chegasse ao mar em 24h. Como disse o colega, tenta-se solucionar um problema criando outro, qual seja, a insegurança.
Num país com alto índice de fraudes, principalmente eletrônicas, a criptografia é elementar. Lamentável que aquele que dá segurança P/ cidadãos de bem navegarem na internet, tenha a liberdade privada por conta daqueles que praticam o verdadeiro crime organizado.

Instabilidade social

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Com a Constituição de 1988 foram enaltecidos os direitos em detrimento das obrigações.
Os "rebeldes primitivos", expressão emprestada do historiador marxista Erick Hobsbawm e adaptada ao contexto brasileiro, sufragados por intelectuais que abraçaram o pensamento do italiano "Luigi Ferrajoli, expresso na obra "Direito e Razão", passaram a atuar em "terrae brasilis" em agressão à ordem estabelecida, ofendendo os membros da comunidade.
Aqueles despossuídos de prata, ouro, títulos e educação especial, agredidos pelos rebeldes, passaram a preconizar a aplicação draconiana das normas penais, com sustentação no pensamento do germânico Gunther Jabobs, resumido no livro "Direito Penal do Inimigo". Acrescente-se, ainda, a aplicação das Teorias Econômicas Neoliberais no Brasil, sem qualquer meditação crítica, formando uma massa instável e violenta de perdedores, fato previsto pelo economista norte-americano, Edward Luttwak no livro denominado "Turbocapitalismo".
Diante desse "inferno social" o Estado punitivo se enfraqueceu. A situação atingiu nível tão elevado de instabilidade, que obrigou o STF em sua missão de interpretação da Constituição e de pacificação social, lançar às masmorras, de forma mais expedita, os criminosos. Diante do atrito entre o pensamento do intelectual, preocupados com questões abstratas, e a dura realidade enfrentada pelo povo, principalmente, as vítimas dos rebeldes, a Democracia soçobra.

Não existe criptografia e privacidade?

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Há algumas certezas que só podem ser atribuídas à completa ignorância sobre o assunto. Bem, o Skype, a NSA não conseguiu quebrar a criptografia, mas a Microsoft comprou a empresa.
http://www.theregister.co.uk/2014/07/03/nsa_xkeyscore_stasi_scandal/
O que parece realmente interessante para a advocacia, contra a bisbilhotagem, é de fato o VeraCrypt.
https://veracrypt.codeplex.com/wikipage?title=Cascades
O sucessor do TruCrypt.
Até sair ordens de prisão para todos que usem tais programas à alegação de que fazem uso para fins criminosos, etc.
O SilkRoad está na versão 3.0 com todas agências de segurança do mundo no encalço, e quando cai há n outros mercados on line...
Razão deste comentário e do comentário abaixo?
Se as gloriosas instituições públicas brasileiras pensam que é mandando prender que vão resolver o problema da volta que todas as agências de segurança do mundo inteiro vêm tomando por conta da criptografia... Doutor Toron foi sucinto e preciso, o comentário dele diz tudo.

Pegando o comentário sobre "terrorismo"...

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Pegando ganho num comentário abaixo, se criptografia fosse coisa fácil, a NSA dos EUA não estava batendo cabeça.
Nunca havia antes me interessado por ter um programa de criptografia de dados, mas admito que estou tentado a instalar o gratuito e altamente eficiente VeraCrypt.
https://veracrypt.codeplex.com/
Usando o algoritmo Twofish, se o antigo algoritmo de RSA a polícia não conseguiu abrir arquivos de computadores na Sathiagara, e foi software mais antigo.
http://g1.globo.com/politica/noticia/2010/06/nem-fbi-consegue-decifrar-arquivos-de-daniel-dantas-diz-jornal.html
Quer navegar na Internet sem deixar rastro, basta baixar o TAILS, https://tails.boum.org/index.pt.html
>E para finalizar, quer ter certeza de que os espaços livres, os arquivos do computador foram definitivamente apagados? Privazer.
http://privazer.com
Basta configurar o programa para apagar todo o espaço livre usando algoritmo de Bruce Schneier, e apagar os vestígios da RAM usando o algoritmo do exército dos EUA e o computador está sanitizado.
Agora se desconfia que foi plantado um vírus no seu computador, daqueles bem resistentes, só sanitizando todo o HD, http://www.dban.org, com a recomendação de após a sanitização trocar também a BIOS da placa mãe.
O fato de que vai cair no radar da NSA por alguns downloads supra citados é apenas um detalhe...
http://www.wired.com/2014/04/tails/
O Facebook demora retirar o escritório do Brasil. Outro serviço que teriam de mandar prender os diretores e não adiantaria nada.
http://www.secvoice.com.br
>Comecei a me interessar pelo assunto por motivos óbvios, necessidade, após sofrer, em tempos passados, vários ataques anônimos, ameaças, ofensas... e a Polícia pouco pôde fazer, o único mole que deram com IP era de uma instituição pública "intocável".

Vergonha!!!

toron (Advogado Sócio de Escritório)

Se entendi bem, por desobedecer a ordem de interceptação o Executivo foi preso a pretexto de favorecer o tráfico? É isso?
Se for, resta dizer: a que ponto chegamos!
Prisões deste jaez servem para desmoralizar a Justiça brasileira, pesa dizê-lo. Já temos o problema da insegurança por conta da criminalidade. Não bastasse, temos agora a insegurança gerada pela própria Justiça que, para ver cumprida sua decisão, envolve artificialmente um executivo com o grave crime de tráfico. Isso serve para afugentar os empresários do país.
Ou se corrige o mal, ou se acaba com esse arremedo de justiça!
Toron, advogado

Segurança nacional

GMR-GG (Outros - Criminal)

Esse argumento de privacidade de conversas e criptografia só vai parar de funcionar o dia em que um terrorista matar milhares de pessoas atirando um avião em algo ou quando saírem atirando em pessoas pelas ruas.
Não exste isso de privacidade de conversas no EUA, França, Inglaterra e qualquer outro lugar, somente aqui na República das Bananeiras que logo logo eu acabar de escrever essa opinião e você lê-la o executivo do Facebook estará solto para rir da cara da justiça.

Brasil

Professor Edson (Professor)

Aqui é a casa da mãe Joana, decisões judiciais são meras caricaturas.

Comentar

Comentários encerrados em 9/03/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.