Consultor Jurídico

Notícias

Usurpação de competência

PGR pede que Teori reconsidere decisão e declare nulo o indiciamento de Gleisi

Comentários de leitores

5 comentários

O que importa?

Ferraciolli (Delegado de Polícia Estadual)

Talvez a sentença também seja inútil, pois a única opinião a ser considerada é a que consta da vestibular acusatória.
O discurso do PGR retrata o PECADO do existir em afronta à vontade do Ministério Público.
Pobre delegado de polícia. Alocado no porão de um casebre de pé direito ra$teiro, muito distante do céu de brigadeiro despudoradamente experimentado por alguns que exorbitam a altitude de cruzeiro, do $real e do praticável, teima em resistir às investidas do MP...mas até quando?

Pizzaria do pt

sytote (Advogado Autônomo - Civil)

Os pizzaiolos estão a toda !!!! Nada irá acontecer !!!!

O Teori já determinou : "QUEM ROUBOU FOI O POVO" o pt e os petistas são as vítimas !!!!

Depreciação ministerial

Rivadávia Rosa (Advogado Autônomo)

Diz sua excelência, curiosamente:

“[…] Para a ação penal, indiciamento é ato juridicamente irrelevante e total, absoluta e completamente dispensável.”

Daí pode se depreender que se o “indiciamento”, justamente o ato da Autoridade Policial que imputa responsabilidade penal ao eventual autor de um crime, culminando a investigação no âmbito policial, a acusação promovida pelo órgão ministerial, também segue esse mesmo desiderato da insensatez. Basta não ser aceita pelo Juiz Criminal.
Assim, empiricamente podemos voltar ‘alegres, felizes e contentes’ ao novíssimo “linchamento”.

Troca do presidente da PGR....

Pek Cop (Outros)

Só com a saída do Janot para que essas injustiças parem de acontecer, é toda hora favorecimento descarado a turma do PT que o colocou lá!!!!

A lei é igual para todos?

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

Realmente. A PGR tem razão quanto ao indiciamento ao meu ver. O único problema é que no cotidiano forense ninguém ou quase ninguém pensa assim já que o cancelamento do indiciamento implica no cancelamento do registro geral criminal ou seja: na prática aquela passagem criminal deixa de constar na folha de antecedentes do investigado. Coleciono dezenas de acórdãos que apontam a impossibilidade do cancelamento do indiciamento criminal. Nada como pertencer ao andar de cima neste combalido Brasil.

Comentar

Comentários encerrados em 7/06/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.