Consultor Jurídico

Notícias

Semana de conciliação

Durante mutirão, TRTs promovem 26 mil acordos em 50 mil audiências

Os 24 tribunais regionais do trabalho do país promoveram quase 50 mil audiências de conciliação, com cerca de 26 mil acordos homologados (52%), durante a 2º edição da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, entre os dias 13 e 17 de junho. Promovido pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho para encerrar milhares de processos, o mutirão atendeu 150 mil pessoas. 

Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça, na edição deste ano, foram revertidos aos trabalhadores R$ 560 milhões em valores. Os dados superaram os resultados da primeira edição, ocorrida no ano passado, quando houve uma movimentação financeira de R$ 440 milhões.

O vice-presidente do CSJT, ministro Emmanoel Pereira, coordenador da Comissão Nacional de Promoção da Conciliação na Justiça do Trabalho, ressaltou a importância dos valores revertidos aos cofres públicos com o mutirão, diante da crise econômica enfrentada pelos estados. Segundo o balanço divulgado, a campanha resultou em quase R$ 20 milhões em tributos. “É um resultado expressivo diante do cenário em que vivemos”, disse.

Para o juiz auxiliar da vice-presidência do TST e membro do Comitê Gestor Nacional da Conciliação do CNJ, Rogério Pinheiro, o aumento no índice de acordos durante a segunda edição do evento é resultado da sensibilização da sociedade pelas vias conciliatórias, “que já vem ocorrendo há alguns anos, com o apoio do CNJ”, assim como fruto da mobilização dos TRTs com os grandes litigantes. “Entramos em contato com os representantes das empresas mais judicializadas a fim de buscarmos um maior número de acordos possível. Isso, com certeza, fez diferença”, afirma Pinheiro. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ. 

Revista Consultor Jurídico, 22 de junho de 2016, 16h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/06/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.