Consultor Jurídico

Sem intermediários

CNMP regulamenta tramitação direta de inquérito entre a polícia e o MP

Retornar ao texto

Comentários de leitores

7 comentários

Controle geral

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

O Ministério Público virou amante do Executivo ele gasta e o Executivo paga e assume os ônus, ao menos em relação à Polícia. O controle externo propalado na CF visava combater a corrupção, o corporativismo, mas o MP assumiu as funções da Polícia Judiciária com ajuda da PM, a quem não fiscaliza para não perder o apoio e passou a expedir ordens, encaminhar cotas antes da conclusão, a propor a extinção do cargo de delegados, a proibir escrivães de determinadas condutas que auxiliem os delegados, como se os assessores deles não fizessem o mesmo. Se uma orientação é expedida e não acatada sem questionamento, ainda quando de legalidade duvidosa, lá vem inquérito civil público. O não cumprimento das cotas, ainda que o inquérito não esteja concluído no pedido de prazo é recheado de ameaças de encaminhamento aos órgãos de controle. O Executivo, nos paga e mal, e o MP nos atrapalha e muito, a sociedade ah, essa não importa. Quero ver medida contra corrupção quando todos puderem ser normalmente processados como é no resto do mundo.

Os demais poderes Celio?

rode (Outros)

Pelo que sei o MP não é poder. E nunca será.

Empoderamento legislativo do mp

Célio Jacinto (Outros)

O ministério público atropela os demais poderes legislando a seu favor, quase sempre aumentando suas prerrogativas em detrimento do interesse público.
Fazem isso de maneira endógena e exógena impondo pautas ao poder legislativo, mediante procedimentos de pressão e quetais.
E o Judiciário, muitas vezes age acanhadamente, conforme explicitou Cesar Roberto Bittencourt na Conjur. (http://www.conjur.com.br/2016-mai-17/cezar-bitencourt-mp-nao-poder-absoluto)/>A PGR e os MPs estaduais se confundem com suas entidades corporativas: a ANPR e a Conamp.

Usurpação de poder

JuizEstadual (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Depois de instituir para si o auxílio moradia, parece que o MP tomou gosto pela tarefa de legislar em causa própria...

Não é processo, mas...

Realista Professor (Professor Universitário - Criminal)

Com base no inquérito se retira a liberdade, a intimidade e o patrimônio.
Seja com base em ordem judicial, seja pode decisão do delegado (prisão em flagrante, análise de dados telefônicos e apreensão de bens, por exemplo).

mp 4 poder

paulo alberto (Administrador)

o mp pode por medida interna determinar a policia subordinada ao governador como fazer os procedimentos sem ter lei aprovada

Para OAB o inquérito é processo ?

daniel (Outros - Administrativa)

Para OAB o inquérito é processo ? Não creio que estejam tão mal informados....... AFinal, inquérito não priva ninguém de liberdade ou de bens, sem aval judicial.

Comentar

Comentários encerrados em 30/06/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.