Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

Não é bem assim...

Paulo Moreira (Advogado Autônomo - Civil)

De fato o caso relatado pelo colega é de fato estrambótico.
Entrementes, ratifico: um "novo" Fiesta fora lançado somente no final de 2002 (em outubro, se bem me recordo). Os modelos mais velhos, que já contavam 03 anos, ainda assim continuaram em produção até 2005, porém na versão mais simples. Sob tal ambulação, o mesmo modelo ficou no mercado por 06 longos anos. Então, em linhas gerais, não há o que reclamar.

DECISÃO PRECISA sobre um RECURSO MALANDRO.

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

O Advogado que já tenha tido experiência em relações automobilísticas, os fatos discutidos na ação cujos resultados comentamos é não só conhecido, como, até, um recurso de venda de que se vale o Fabricante. Efetivamente, a dinâmica do mercado demanda RENOVAÇÃO dos veículos, CONSTANTEMENTE. Assim, o modelo de um ano DEVE ABSORVER os AVANÇOS de TECNOLOGIA, DINÂMICA e ESTÉTICA do ano subsequente. As FEIRAS anuais ocorrem em OUTUBRO/NOVEMBRO, em regra. Assim, ANTECIPANDO os LANÇAMENTOS, mas com um MERCADO em CRISE, eis que os MODELOS do ANO SEGUINTE, FABRICADOS no ANO ANTERIOR começam a sair, no caso de crise de vendas, EM JUNHO, JULHO, SETEMBRO. É um FATO. Mas, por vezes, as ORIENTAÇÕES da MATRIZ chegam DEPOIS. Depois do "LANÇAMENTO" do MODELO que a CRISE RECOMENDOU que fosse ANTECIPADO. E temos aí um problema para quem compra. Porque TODOS SABEMOS que, SAINDO da CONCESSIONÁRIA, o MERCADO reduz o PREÇO em cerca de 30%. Só a exceção não provoca isso. Um dia, um Cliente me trouxe um problema. Tinha, na condição de VIP, conseguido comprar um carro numa Montadora, que lhe deu um DESCONTO. Deveria procurar o Sr. Fulano, na Concessionária Y. Lá chegando, notou que havia uma promoção e o CARRO que ELE QUERIA, na CONCESSIONÁRIA, estava sendo vendido por um PREÇO INFERIOR àquele que tinha fechado com a Montadora. Não divulgou sua condição e explorou um pouco mais, para saber se estava falando do mesmo modelo de carro que pretendia adquirir. Estava. Falou com a Montadora, que lhe disse ter "reservado" o veículo pedido, e que ele tinha afirmado que estava "de acordo" ! Assim, procurou-me e me perguntou: O QUE FAÇO? Disse-lhe: VÁ à CONCESSIONÁRIA e compre o VEÍCULO que você quer. Depois, diga à Montadora que você desistiu. Pronto e acabou !

Intervenção

Tcharles Coelho (Estudante de Direito - Civil)

Só não posso entender o que leva um órgão público a intervir desse modo no setor privado, ora, isso é problema da empresa na relação com o consumidor, não cabe intervenção estatal nesse sentido, se houvera mudança estética apenas, ou quais fossem, que as forças de mercado medidas pela vontade dos consumidores reajam de acordo.

Não conhecem de carro...

Paulo Moreira (Advogado Autônomo - Civil)

Lembro-me muito bem: foi no final de 2002 que a Ford lançou o Fiesta reestilizado (já como modelo 2003). Cumpre recordar, ainda, que o modelo apresentado em junho de 1999 como sendo 2000 continuou a ser produzido em suas versões mais smples até 2005. Destarte, não acho que a decisão foi acertada.

Comentar

Comentários encerrados em 28/06/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.