Consultor Jurídico

Notícias

Diploma fajuto

Juiz do trabalho será processado pelo CNJ por mentir sobre sua formação

O juiz Gigli Cattabriga Júnior vai responder processo disciplinar por falsidade ideológica no Conselho Nacional de Justiça. A investigação do magistrado do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG) será feita a pedido da corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, que considerou a pena de censura imposta pelo TRT-3 muito branda.

O magistrado foi denunciado pelo Ministério Público Federal e respondeu a processo disciplinar no TRT-3 por ter mentido ser mestre e doutor pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para dar aulas de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho no Centro Universitário de Lavras.

Depois de diversos pedidos de comprovação dos títulos, a UFMG informou a outra instituição de ensino que não há qualquer conclusão de pós-graduação por Cattabriga em seus registros. O Pedido de Providências 0003689-96.2011.2.00.0000, apresentado pela corregedora nacional, sugere abertura de revisão disciplinar, instaurada pelo Plenário do CNJ por maioria de votos durante a 13ª Sessão Virtual. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 9 de junho de 2016, 7h22

Comentários de leitores

5 comentários

Por isso...

incredulidade (Assessor Técnico)

Cattabriga tanto procurou que achou uma briga....

Mente o Juiz, o político, o padeiro, o comerciante...

Gilson Rocha (Advogado Assalariado - Civil)

Infelizmente, a mentira é um mal que adoece a sociedade. Não é porque uma pessoa exerce uma função pública que ela não deveria mentir, ninguém deveria fazer uso da mentira, seja um juiz, um mecânico, um comerciante ou quem quer que seja.
Uma mentira coloca em dúvida mil verdades já ditas pela pessoa, pois ela não aumenta o nariz, mas diminui a confiança. Pode até ajudar no presente, mas condena no futuro. É pura vaidade de quem precisa se esconder.

Vergonha

DJU (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

O procedimento é vergonhoso e deve ser punido. Dizem que Dilma Roussef teve procedimento semelhante ao afirmar que tinha mestrado ou doutorado concluído na Unicamp.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 17/06/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.