Consultor Jurídico

Notícias

Prova difícil

Tribunais trabalhistas revertem até 78% das dispensas por justa causa

Comentários de leitores

9 comentários

Tribunais trabalhistas revertem até 78% das dispensas por ju

sandero2014 (Contabilista)

Com certeza se não mudar este paternalismo por parte da lei e dos juízes, nunca teremos um justiça plena no Tribunais Trabalhistas. Pois os empregados sabendo disso abusam dos maus feitos nas empresas. E o empregador tem que arcar com essas indenizações muitas vezes vergonhosas e injustas.

Igreja do trabalho ou casa grande escravizadora

DE MENDONÇA (Advogado Autônomo - Administrativa)

Muitos comentários tenho visto de "advogados", concurseiros de oab, que passaram a atuar sem sequer aprender nos bancos escolares um único princípio sequer. Tal proncípio chama-se PRINCÍPIO PROTETOR. Segundo o qual é utilizado normas e condições sempre favorável a parte mais fraca da relação. Isso não significa que a parte mais fraca fique isenta de apresentar provas na hora do julgamento. Desta forma a questão chave é a prova. Se o obreiro alega o empregador tem que provar que o alegado não subsiste. Se não provar o pau come. Tenho dito.

Igreja do Trabalhador

J. Ribeiro (Advogado Autônomo - Empresarial)

A Justiça do Trabalho está mais para uma justiça eclesiástica. O juiz deveria chamar-se vigário. Se extingui-la, certamente irão criar uma nova igreja - A Igreja do Trabalho (ou do Trabalhador).

In-justiça

José Moacir Mendonça (Administrador)

Enquanto tivermos uma "justiça" paternalista, nunca teremos JUSTIÇA. No texto apresentado, ainda acrescento que o empregado sai rindo da cara do patrão por ele não ter conseguido concluir a justa causa que ele próprio sabe que foi merecedor.

Fiesp, Sinduscon e outros grandes, ajoelhados...

Mig77 (Publicitário)

Se os poderosos que deitaram e rolaram o tempo todo principalmente na ditadura militar onde houve a festa de arromba, não conseguiram extinguir a Justiça do Trabalho, resta-nos o que mais?Bem...este país não deu certo, certo? Mas ainda é bom para se ganhar algum dinheiro.Sem empregar, claro.Nem precisaria dizer !!!

não há parcialidade

armelino (Estudante de Direito)

não há imparcialidade, mas sim um empresariado despreparado para lidar com a CLT, uma por achar que sabe interpretar leis outra por achar que uma consulta jurídica lhe trará ônus desnecessário, ai dá "bletz".

A imparcialidade.

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

Justiça parcial não é justiça. Essa aí como se apresenta, aparenta uma indústria de condenações a favor de um lado só.

Chegando próximo aos 18 milhões de desempregados

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Todos os empresários com quem converso dizer apenas uma única coisa: demitir e encerrar as atividades da empresa enquanto ainda dá tempo de salvar algum patrimônio.

Especializada

O IDEÓLOGO (Outros)

A Especializada prejudica as empresas e a sociedade.

Comentar

Comentários encerrados em 28/07/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.