Consultor Jurídico

Dever cívico

Magistrados e ministro não veem Brasil maduro para fim do voto obrigatório

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

Estão de brincadeira ...

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

... ou perderam a noção do ridículo.

Ademais...

preocupante (Delegado de Polícia Estadual)

Além do mais, o voto facultativo, instituto das democracias maduras, põe em risco a tão assegurada estabilidade e privilégios dos membros da magistratura, ministério público e dos políticos em geral.

Conveniência

preocupante (Delegado de Polícia Estadual)

Esses magistrados falam isso porque, além de tudo, representam a garantia do atual status quo de tudo que os políticos têm causado de pior no Brasil desde que os europeus puseram os pés em terrae brasilis.

Manutenção de status

jose a.p. barbosa (Economista)

Era esperado que entre os integrantes da Justiça Eleitoral essa mentalidade prevalecesse. Todo mundo quer manter sua importância mesmo que às custas de se ficar com um processo dispendioso e atrasado. Ora, o argumento de que, no voto facultativo, só os que se interessam por política se manifestariam é justamente a vantagem do voto não ser obrigatório. Quem não estiver interessado e com capacidade de votar conscientemente é melhor que não compareça e deixe a questão para quem, de verdade, quer mudar as coisas.

Conversa fiada...Justiça eleitoral, é fonte de renda...

Mig77 (Publicitário)

mais votos, mais garantia de que a boquinha não vai acabar...

Maturidade?

DJU (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Quem não está maduro para não ser obrigado a votar, está maduro para votar? Não sustento que o sufrágio deixe de ser universal, já que todos devem ter o direito ao voto. Somente não aceito o falso argumento relativo à obrigatoriedade. Deixar de votar deveria ser um direito.

Erga omnes

joão gualberto (Advogado Autárquico)

Se entendem que a sociedade ainda está imatura para não ser obrigada a votar então deveria a justiça ser rigorosa quanto à fiscalização dos pleitos e das prestações de contas eleitorais, sobre o que a sociedade tem manifestado sérias desconfianças em todos os quadrantes do país quanto à lisura dos resultados das eleições.

Bingo

Tiago Fraga (Assessor Técnico)

É exatamente a falta de maturidade intelectual dos eleitores que autoriza e recomenda o voto facultativo. Se o eleitor for defecar pelos dedos e escolher TIRIRICAS, melhor não sair de casa.

juiz nem conversa com o eleitor

analucia (Bacharel - Família)

apenas analisa papel

Comentar

Comentários encerrados em 1/03/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.