Consultor Jurídico

Sem pressa

Advogado suspenso por atuar contra órgão ao qual era vinculado tem liminar negada

Retornar ao texto

Comentários de leitores

5 comentários

Senhores advogados

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Não é profecia...mas alguns advogados atuam conforme os meus versículos...

Socialcocô

Rilke Branco (Outros)

Há comentários que são escatológicos tanto quanto a mente de seus produtores.
Só pode ser um comediante desvairado..kkkk

Socialdoctor

Felipe Oliveira (Advogado Autônomo - Civil)

Qualquer discurso disparado a esmo, com foco generalista é revestido, em seu bojo, de frustrações pessoais do emissor da mensagem...
Infelizmente existem colegas que se encaixam em seus versos. Contudo existem também (maioria) os honestos, atacados indevidamente pelo seu texto...

Generalização Absurda

DJU (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

A notícia não contém os dados necessários para completa apreciação dos atos do advogado referido. Há advogados que, realmente, não procedem bem como anota o comentarista anterior, mas a maior parte dos advogados é correta e possui a inteligência necessária para não fazer generalizações odiosas aos demais profissionais.

O advogado...

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Os advogados...
Em processo que envolve direito de família, desejam a mulher do varão separado ou divorciado, para satisfação de suas sanhas físicas.

São autores de fato em reclamatórias trabalhistas.
Criticam Karl Marx, por ser judeu, comunista, e pelo pensamento desvairado contido na obra "Das Kapital".

Desmoralizam a Constituição com a defesa absoluta da presunção de inocência, somente destruída após o trânsito em julgado do Recurso Extraordinário.

Defendem teorias totalitárias e racistas, com base nos desvarios do alemão Dietrich Eckart.

Combatem a Justiça Criminal com expedientes nada ortodoxos, como excessos de Habeas Corpus e Mandados de Segurança, visando as prescrições das pretensões punitiva, retroativa e executória.

Auxiliam a aquisição pelas empresas de passivos tributários impagáveis, com a defesa de teses jogadas em processo, superadas pela iterativa jurisprudência.

Falsificam alvarás para libertar rapidamente das prisões pestilentos criminosos.

Não prestam contas aos clientes, conduzindo-os a ingressar com ação de cobrança, bloqueando-a com todos os recursos processuais possíveis.

Orientam os clientes a fazerem torto aquilo que é direito.

Associam-se voluntariamente ao crime.

Usam o discurso vazio dos princípios constitucionais para levar o processo até o STF, com gasto inútil do dinheiro do contribuinte.

Fortalecem a OAB em prejuízo da sociedade organizada.

Indicam em petições iniciais endereços fictícios de réus para conquistarem revelias.

São amigos da Retórica e inimigos da Ética.

Impetram Mandado de Segurança para assegurarem cargo público, apesar das "patranhas" praticadas.

Comentar

Comentários encerrados em 3/01/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.