Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

Concorrência

Robson Zanetti (Advogado Assalariado - Empresarial)

Nos Estados Unidos e na Europa não é diferente. Lei da oferta e da procura.

Sem comentários...

Rilke Branco (Outros)

Debochar de advogado virou mania...

Até parece

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Até parece a senadora Ana Amelia falando do STF no golpe.

Antes que representem contra mim na OAB

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Antes que representem contra mim na OAB, deixo o link, o endereço eletrônico das ofertas de emprego para contencioso de massa.
http://www.empregosrj.com/?s=advogado+audiencista
Essa é a realidade da imensa maioria da advocacia, e ainda haverão alguns que irão dizer que estão pagando é muito, que estão oferecendo empregos a advogados que quase não pagam os próprios custos que geram, que os salários ainda estão altos, poderiam ser menores, pois advogados contratados aceitam o regime a que se submetem por exclusivíssima culpa pessoal da falta de competência de almejarem algo melhor, etc...
E o Judiciário é o maior responsável direto pelo crescimento deste nicho. Decisões judiciais em linha de montagem, de (des)fundamentação abaixo do medíocre em vários casos, nos juizados estão é de chorar de desesperança... E então para criar um "inimigo", o alvo são os criminalistas, pequenos escritórios com poucos advogados, trabalhando artesanalmente, mas já vi no CONJUR Juiz Federal defender limitação de honorários aos advogados criminalistas...
Administrar um contencioso de massa hoje parece ser o grande negócio da advocacia, 300 mil processos ou mais, uso de robôs jurídicos para "recorta e cola inteligente". A página com ofertas de emprego está posta acima.

50 reais por audiência? Onde? Sairia tapas

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Há escritórios que estão pagando no máximo vinte e cinco reais por audiência para supervisores, cheio de responsabilidades, se algum membro da equipe supervisionada perde a audiência, o supervisor paga a condenação por contrato... Estavam falando em dezoito reais por audiência com média do mercado.
A pressão empresarial, há escritórios que aceitam R$50,00 por processo por seis meses quando em Juizados. Recebendo uma média de oitenta mil processos da mesma empresa, forma um fundo de quatro milhões mensais por seis meses. Vejamos anúncio de audiencista.
"Advogado Audiencista

Empresa busca profissional no perfil abaixo:Cargo: Advogado CorrespondenteNúmero devagas: 5 Descriçãodo cargo / Responsabilidades:
Atuar em audiências e diligência. (ps. pagamento por ato, como exemplo, R$17,00 audiência, entre outros atos). Atuamos no contencioso de massa. Formação e experiências requeridas:
Bacharel em direito, inscrição definitiva na OAB"
Colocando advogados contratados para receber dois mil e quatrocentos reais mensais, como associado, com vale refeição de doze reais e sem vale transporte, cada um com cinquenta a sessenta prazos por dia para trabalhar...
Os MPEs e MPF se estão preocupados com honorários de advogados, não são os criminalistas que estão fazendo fortuna fácil...

Comediante Noronha...

Palpiteiro da web (Investigador)

Se estás insatisfeito com o vencimento que recebe, peça o mais rápido possível a exoneração do cargo que ocupa no STJ. Tens coragem de largar a teta?

Elogio ou ofensa?

Helio Telho (Procurador da República de 1ª. Instância)

Dizer que um juiz tem alma de advogado é elogio ou ofensa?
E dizer que tem alma de promotor?
Não é o mesmo que dizer que o magistrado é um juiz parcial, ou seja, um péssimo juiz?

A oab hoje

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Atualmente, a OAB não consegue defender com eficiência os seus integrantes, assolados pelo Mercado Econômico, e enfrentando, cada vez mais, uma crise de identidade, na qual muitos se encontram na mesma situação dos operários do século XIX, realizando audiências por R$ 50,00 e tomando o café da manhã na própria sala da OAB, enquanto uma minoria dirige escritórios no Brasil, entretanto, residem em Miami, nos EUA, tratando os componentes como se fossem escravos.

A oab ontem

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Em 1964, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) esteve ao lado dos militares e apoiou o fim de um governo eleito por mais de 90% da população brasileira, quando João Goulart foi expulso do Poder. Foram anos de ditadura e violência e uma luta renhida para que a democracia fosse instalada novamente.
Lembro que, o apoio maciço dos advogados ao "Ancien Regime Militaire" ocorreu pelo fato de a maioria dos referidos profissionais possuírem posições políticas e jurídicas reacionárias. As exceções são aqueles que, diretamente, lutaram contra o aludido regime, como o próprio Pivetta e o brilhante Raymundo Faoro. A grande maioria navegou nas águas da mediocridade, pouco se preocupando com a situação política do país, em uma alienação que surpreenderia o próprio Antônio Gramsci e M. Robespierre e, igualmente, Carl Schmitt. Ou seja, os advogados permaneceram, para utilizar uma expressão popular "em cima do muro", restritos ao recebimento de honorários, relegando ao oblívio os interesses dos clientes e da própria Nação.

Comentar

Comentários encerrados em 27/08/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.