Consultor Jurídico

Colunas

Contas à Vista

"Restaure-se a moralidade ou locupletemo-nos todos!", os juros simples e o Refis

Comentários de leitores

7 comentários

Vigencia da norma no tempo e no espaço

Rodrigo Frota da Silveira (Professor)

Qual norma deve prevalecer: O decreto de 1933 ou a LC 148/2014.
Como poderia o Decreto de 1933 tornar a LC de 2014 inconstitucional, com base em uma Manifestação do STF de 1976 (na vigência da CF de 1969)?
Faltou explicar esta parte.
Grato.

Lucidez pura

Wallyson Vilarinho da Cruz (Advogado Autônomo)

Sempre muito lúcida a explanação do professor. Suas colunas são de leitura mais que obrigatória, sendo fundamental. Parabéns!

Diferente

Valdemiro (Administrador)

Ler Scaff é preciso, mesmo quando não se é advogado.

Parabéns!

Kaltss (Procurador Federal)

Muito didático! Parabéns ao articulista.

excelente, excelente!

Cid Moura (Professor)

Se fosse uma palestra ao vivo, eu aplaudiria de pé. Estava sentindo falta de uma coluna técnica (metódo científico) no Conjur. O uso da ironia na medida certa (e não desmedida) foi perfeito.
Aliás conjur, tem como em momentos de antagonismos exagerados, e pseudos posicionamentos acadêmicos (de cunho político) substituir alguns colunistas?
Em outras palavras, dá para dar férias para alguns colunistas se dedicarem mais a atividade política e abusar mais de outros que são imparciais?
Fica a dica!

Dívida tributária com a União

Flavio Correa Prado (Auditor Fiscal)

Olá,
Em relação aos débitos tributários devidos à União, eles vencem juros simples, e não juros compostos.
Att,
Flavio

Bom artigo

O IDEÓLOGO (Outros)

O artigo revela os nuances que marcam as obrigações públicas.

Comentar

Comentários encerrados em 27/04/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.