Consultor Jurídico

Notícias

Decisão liminar

Anatel proíbe operadoras de limitar capacidade da internet banda larga

Comentários de leitores

5 comentários

Dúvidas

Sargento Brasil (Policial Militar)

Pressinto que essa medida seja para afastar as classes menos favorecidas do conhecimento sobre o que se passa no Brasil e no Mundo de imediato pela internet. Está claro que fazemos parte de um país de desinformados e que somos até alvo de piadas pela imprensa internacional depois dos fatos ocorridos em nossa politica abarrotada de corruptos. Fala-se de fechamento das escolas, agora mais essa. Qual é o futuro que estamos construindo?

Anatel e a vontade popular

Jorge Luiz Medeiros da Cunha (Professor)

A ANATEL passou uma mensagem subliminar de que se as operadoras criarem mecanismo para avisar o usuário o processo de limitar a internet é legal, tanto que a OAB entrou com uma representação contra a ANATEL por não defender a sociedade.

Em defesa do consumidor???

Pyther (Advogado Autônomo - Administrativa)

A ANATEL age como uma instância de defesa das empresas.
Absurdo permitir isso. Tudo bem que isso já existe em outros países mais desenvolvidos mas aqui nem qualidade de serviço tem.
E outra, pagamos por um produto aonde não há medição de uso confiável e que as empresas são obrigadas a entregar, por lei, 40% DO QUE VENDEM.
Absurdo...

Presidente de quê mesmo?

Wallyson Vilarinho da Cruz (Advogado Autônomo)

Esse cara é presidente de quê mesmo? Das prestadoras de serviços ou da autarquia federal que regulamenta esse mercado? É clara a intenção manifestada na fala do presidente da Anatel: defender a limitação do uso de dados das prestadoras de serviços de internet. Quanto aos abusos cometidos e à precariedade dos serviços, hum, só nada.

aqueles que gostam

afixa (Administrador)

De usar como metodologia de comentários o todo pela parte e que vivem a dizer que todas as agências são ruins. Aguardando seus comentários.

Comentar

Comentários encerrados em 26/04/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.