Consultor Jurídico

Limites de atuação

Advogado de envolvido indiretamente em investigação tem acesso parcial aos autos

Retornar ao texto

Comentários de leitores

4 comentários

Decisão errada

Emanoel Costa (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Lamentável o entendimento adotado pela turma julgadora. Se o cliente do Advogado teve a sua casa invadida por policiais para cumprimento de mandado de busca e apreensão, é induvidoso que tem direito inequívoco a leg consultar os autos da investigação não só para saber o que concretamente levou à medida cautelar, mas também para avaliar todas as circunstâncias que envolvem a investigação, sem o que não lhe será possível saber se havia ou não justa causa para a quebra da garantia constitucional de inviolabilidade do domicílio. É como penso.

Errei!

Roberto Timóteo, advogado (Advogado Autônomo - Criminal)

Por favor, se por uma eventualidade chegou meu comentário anterior, desconsidere-o. Acionei sem perceber alguma tecla de envio. O comentário perceptivelmente está incompleto.
Obrigado.

Inversão dos valores

Roberto Timóteo, advogado (Advogado Autônomo - Criminal)

O mesmo Estado-Juiz que autoriza a invasão do sagrado lar do individuo, nega-lhe o conhecimento da origem de tal violação, sob o argumento de proteção do interesse da coletividade, coletividade q

Vedação

O IDEÓLOGO (Cartorário)

O terceiro não pode ter acesso irrestrito aos autos. Merecem aplausos as decisões do Poder Judiciário.

Comentar

Comentários encerrados em 26/04/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.