Consultor Jurídico

Notícias

Isonomia tributária

Receita é obrigada a incluir sociedade individual de advogado no Simples

Comentários de leitores

4 comentários

Caldo de Galinha....

Carlos Crede (Funcionário público)

Já se dizia que cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém, realmente definir tributação ou não baseado em liminar em tribunal de primeira instancia mesmo que federal é um pouco temerário, vamos aguardar os desdobramentos antes de abrir a garrafa de champanhe.

Todo Cuidado é Pouco

CesarMello (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Recomendo à todos os colegas aguardar.

Da última vez que a OAB fez uma dessas em Curitiba, perdeu o processo e todos os advogados ficaram com dívidas quase impagáveis, sendo cobrados retroativamente por todo o período da vigência da liminar.

Se for entrar no Simples, guarde a diferença de impostos em uma poupança ou investimento e só use o $$ depois que a decisão for definitiva (daqui 5 ou 6 anos).

Verdade

Claudio de Castro (Advogado Sócio de Escritório)

Infelizmente temos que concordar com o comentário anterior: quem se arrisca a mudar, diante da decisão proferida? Melhor seria um posicionamento da Receita, o que parece impossível em tempos de impeachment.

Pensa que somos crianças

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

E daí? Quem irá se aventurar em mudar o regime tributário com base em uma decisão judicial provisória no País da bananeira e da esculhambação.

Comentar

Comentários encerrados em 20/04/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.