Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nova direção

Procurador Rogério Fleischmann é o novo chefe do MPT-RS

O procurador do trabalho Rogério Uzun Fleischmann foi eleito, nesta terça-feira (22/9), procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul. O procurador Paulo Joarês Vieira será o procurador-chefe adjunto. 

Rogério Fleischmann teve 34 votos e
vai chefiar MPT no Rio Grande do Sul
Divulgação

A eleição teve a participação de 60 votantes. Rogério Fleischmann teve 34 votos (59,6%), contra 23 conferidos a Roberto Portela Mildner, que concorreu ao lado do procurador Noedi Rodrigues da Silva como procurador-chefe adjunto. Houve três abstenções e nenhum voto em branco.

Com mandato de dois anos, Rogério substituirá Fabiano Holz Beserra e será o 14º procurador-chefe na história de 74 anos de existência do MPT gaúcho.  A posse está marcada para o dia 1º de outubro, em Brasília, junto com os eleitos nas demais 23 unidades regionais do MPT.

Trajetória
Rogério Fleischmann é natural de Porto Alegre e tem 43 anos. Formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atuou como servidor do Tribunal Regional do Trabalho de 1993 a 2005.

Ingressou no MPT como procurador do trabalho em 2005, tendo atuado em São Luís (MA) antes de ser removido para a capital gaúcha. Foi representante da Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade Sindical (Conalis), do MPT, e atualmente é o procurador-chefe adjunto do MPT-RS.

Revista Consultor Jurídico, 23 de setembro de 2015, 11h09

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/10/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.