Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cota estadual

Vaga de Beneti no STJ tem 40 candidatos
e é lista mais concorrida da história

A lista de inscritos para ocupar a vaga deixada pela aposentadoria do ministro Sidnei Beneti é a mais concorrida da história do Superior Tribunal de Justiça. São 40 candidatos disputando a vaga do último oriundo da Justiça estadual a se aposentar aos 70 anos. A cadeira está vazia desde agosto de 2014.

Por ser maior o ramo do Judiciário, as vagas destinadas à Justiça estadual no STJ são sempre mais concorridas que as demais. Afinal, são 27 tribunais de Justiça contra cinco tribunais regionais federais.

A alta da procura pela vaga do ministro Beneti se explica pela PEC da Bengala. Como a idade para a aposentadoria compulsória foi estendida de 70 para 75 anos, o próximo ministro oriundo da Justiça comum a se aposentar é Og Fernandes, mas isso só acontece em 2026.

E no caso da vaga do ministro Beneti, todos os tribunais mandaram nomes. Dos TJs de Pernambuco e Santa Catarina, quem concorre são os presidentes: Frederico de Almeida Neves e Nelson Schaefer Martins, respectivamente. Ambos correm como favoritos na disputa. O desembargador Ricardo Sartori, ex-presidente do TJ-SP, também está na corrida.

Veja abaixo a lista de candidatos:
Acre:
Francisco Djalma da Silva e Samoel Martins Evangelista
Alagoas: Paulo Barros da Silva Lima
Amapá: Agostinho Silvério Júnior
Bahia: Edmilson Jatahy Fonseca Júnior e Gardênia Pereira Duarte
Ceará: Sergia Maria Mendonça Miranda
Distrito Federal: Arnoldo Camanho de Assis
Espírito Santo: Samuel Meira Brasil Júnior
Goiás: Carlos Alberto França e Luiz Claudio Veiga Braga
Mato Grosso: Marcio Vidal
Minas Gerais: Evandro Lopes da Costa Teixeira, José Afrânio Vilela, Nelson Missias de Morais e Sandra Alves de Santa e Fonseca
Pará: Leonam Gondim da Cruz Júnior
Paraná: Gamaliel Seme Scaff, Jorge de Oliveira Vargas, José Sebastião Fagundes Cunha e Tito Campos de Paula
Pernambuco: Frederico Ricardo de Almeidas Neves e Mauro Alencar de Barros
Piauí: José James Gomes Pereira
Rio de Janeiro: Antônio Saldanha Palheiro, Carlos Santos de Oliveira, Fábio Duta, José Carlos Paes, Luciano Saboia Rinaldi de Carvalho, Marcos Alcino de Azevedo Torres e Paulo de Oliveira Lanzelotti Baldez
Rio Grande do Sul: Denise Oliveira Cezar
Rondônia: Marcos Alaor Diniz Grangeia e Raduan Miguel Filho
Santa Catarina: Nelson Juliano Schaefer Martins
São Paulo: Caros Henrique Abrão, Ivan Ricardo Garisio Sartori, James Alberto Siano, Louri Geraldo Barbiero e Paulo Alcides Amaral Salles.

Clique aqui para ver a relação de candidatos na tabela do STJ.

Revista Consultor Jurídico, 22 de setembro de 2015, 18h53

Comentários de leitores

2 comentários

Equívoco

MARCELO-ADV-SE (Advogado Associado a Escritório)

A matéria informa que todos os tribunais estaduais mandaram concorrentes, o que não parece ser correto, porque na lista divulgada não há candidatos, p. ex., do MS, RR, SE e TO.

Um detalhe geográfico

Ricardo Eduardo Lins (Estudante de Direito)

Amigos da CONJUR,

Há um pequeno equívoco na identificação dos candidatos de RORAIMA. Na verdade, os aspirantes Marcos Alaor e Raduan Miguel são do Tribunal de Justiça de RONDÔNIA.

Um desacerto a ser corrigido.

Comentários encerrados em 30/09/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.