Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dança das cadeiras

STJ define duas listas tríplices na primeira semana de outubro

O Superior Tribunal de Justiça vai começar a escolha para as duas vagas na casa deixadas pelos últimos ministros da história que se aposentaram aos 70 anos de idade. A votação da lista tríplice de desembargadores estaduais será dia 6 de outubro. A de desembargadores federais, no dia seguinte.

A primeira lista tem recorde de inscrições. Nada menos que 40 candidatos se apresentaram. Como de hábito, poucos têm as chances efetivas que tem o fluminense Antônio Saldanha; o presidente do TJ catarinense, Nelson Schaefer Martins; o mineiro José Afrânio Vilela, que fez parte da última lista; o presidente do TJ pernambucano, Frederico Neves; o capixaba Samuel Meira Brasil; e a gaúcha Denise Oliveira Cezar. Correm por fora o brasiliense Arnoldo Camanho de Assis e o baiano Jatahy Júnior, com menos chances.

Para a vaga dos federais há cerca de 20 nomes. Têm cotação os dois candidatos que concorreram com Marcelo Navarro: Joel Paciorniky e Fernando Quadros, ambos da 4ª Região. Candidato também bastante citado é Kassio Marques, da 1ª Região, e o gaúcho Rogério Favreto, que já foi secretário da reforma do Judiciário do Ministério da Justiça.

O Rio de Janeiro aparece com José Antonio Neiva, e São Paulo novamente com Fábio Prieto, presidente do TRF-3, agora com a concorrência de seu colega Pedro Lunardelli, a quem se atribui o apoio dos ministros Herman Benjamin, Maria Thereza de Assis Moura e Regina Helena.

Revista Consultor Jurídico, 18 de setembro de 2015, 19h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/09/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.