Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ascensão na carreira

Juíza federal Salise Monteiro Sanchotene
é eleita desembargadora do TRF-4

A juíza federal Salise Monteiro Sanchotene foi eleita, no critério de antiguidade, para ocupar o cargo de desembargadora no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (RS, SC e PR). Em reunião realizada na manhã desta quinta (10/9), o Plenário da corte também definiu os nomes dos juízes federais que vão compor a lista tríplice para preenchimento da outra vaga de desembargador federal, por critério de merecimento. São eles: Taís Schilling Ferraz, Luiz Carlos Canalli e Roger Raupp Rios.

Taís e Canalli receberam 20 votos, e Rios, 18. A lista foi definida em primeira votação. Agora, as indicações serão enviadas à presidente da República, Dilma Rousseff, a quem a Constituição Federal atribui a prerrogativa de fazer a nomeação. A vaga foi aberta com a aposentadoria do desembargador Luiz Carlos de Castro Lugon.

O Plenário também escolheu os juízes federais Gerson Luiz Rocha e Julio Guilherme Berezoski Schattschneider para a composição da Turma Nacional de Uniformização de Jurisprudência dos Juizados Especiais Federais.

Currículo
Especializada em crimes financeiros, a desembargadora gaúcha Salise Monteiro Sanchotene presidiu o grupo jurídico da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro. Também ajudou o ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal, a preparar o relatório que abriu a ação do mensalão, e trabalhou na corregedoria do Conselho Nacional de Justiça, na gestão do ministro Gilmar Mendes. Ela também foi convocada pela Comissão de Juristas para auxiliar na consolidação do anteprojeto do novo Código Penal. No TRF-4, atuou como juíza convocada na 7ª Turma, que julga matéria Penal, e na 3ª Turma, que cuida de demandas do Direito Administrativo.

Revista Consultor Jurídico, 11 de setembro de 2015, 21h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/09/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.