Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Procuradoria Nacional

Conselho Federal da OAB atende 19 mil casos de prerrogativas em três anos

A Procuradoria Nacional de Defesa das Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil informou que, até esta quinta-feira (29/10), 19 mil atendimentos já foram realizados pelo órgão.

Além de demandas judiciais e extrajudiciais, os números abrangem intervenções judiciais, impetração de Habeas Corpus, defesas orais, apresentação de memoriais, manifestações recebidas pela ouvidoria da OAB e de honorários, atendimentos pessoais, mensagens eletrônicas, esclarecimentos realizados por telefone, expedientes físicos protocolados, ofícios e memorandos.

“Um dos primeiros atos desta gestão foi exatamente a criação da Procuradoria Nacional de Defesa das Prerrogativas, órgão responsável por defender a dignidade e a valorização do exercício da advocacia", disse o presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

José Luis Wagner, procurador nacional de prerrogativas, destaca o trabalho intensivo realizado pelo órgão. “Ao final desta gestão, observa-se o grande acerto que foi a decisão de criar a Procuradoria. A sua existência aproxima os advogados em geral do Conselho Federal da OAB e proporciona ampliação significativa dos trabalhos de defesa das prerrogativas e valorização da advocacia."

Revista Consultor Jurídico, 29 de outubro de 2015, 15h21

Comentários de leitores

4 comentários

Parabéns Dr. Ricardo Toledo, OAB-SP

Washington Rodrigues de Oliveira (Advogado Autônomo - Civil)

Parabéns ao Dr. Ricardo Toledo, que desenvolveu um trabalho combativo e extenuante junto à Comissão de Prerrogativas da OAB-SP.

Precisei e não fui atendido

Manente (Advogado Autônomo)

O problema foi solucionado sem a tão divulgada comissão, que permaneceu inerte e omissa.
Meus sentimentos!!!

Tudo isso?

Eduardo.Oliveira (Advogado Autônomo)

Então, pode multiplicar os casos de violação por, modestamente, dez vezes.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 06/11/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.