Consultor Jurídico

Notas Curtas

Da Redação

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bico oficial

TJ-SP faz acordo para ampliar número de policiais nos fóruns

O Tribunal de Justiça de São Paulo e o governo do estado firmaram nesta quarta-feira (7/10) acordo para ampliar o número de policias militares que fazem a segurança de fóruns nos horários de folga. O serviço não é obrigatório e será remunerado como hora extra. Os PMs trabalharão fardados e com equipamento de proteção individual.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 8 de outubro de 2015, 16h00

Comentários de leitores

2 comentários

TJ-SP faz acordo para ampliar num de policiais nos fóruns

silveira (Consultor)

Absurdos , com base em leis que mais parecem furtar o cidadão.
Quando um governador não atende ao um município, que solicita mais segurança do estado, quer policial militar para o município, por motivos políticos ou má vontade, ou contenção de recursos, com a aberração da criação das guardas municipais, o prefeito cria pra o município a tal guarda , para atender ou quase atender a `segurança` no município. Aqui você já esta pagando duas vezes , como cidadão que á pagou impostos para se ter segurança da policia militar e agora paga para ter guarda municipal, como diz o pessoal meia boca.
Agora vem o TJ de SP, que vai contratar através da absurda lei delegada, vão contratar policial para fazer serviço de vigilância, no mínimo desempregando mais de 1000 vigilantes no estado de SP , isso só esta começando .O interessante deste tribunal é saber que gasta 12 milhões só pra manter processos antigos e já julgados, não colocam no fogo, também por causa de uma ação da OAB , para manter como histórico. Quem paga? Nós .. os zé manes.
Cada policial por 8 h receberá 170 reais e isto lá na frente vai acabar um reconhecimento de vinculo trabalhista e quem vai pagar? Os manes!!!!
Curiosidades com o dinheiro publico...

Deixa ver se eu entendi

Luís Eduardo (Advogado Autônomo)

Não é "obrigatório", mas quer dizer que nas horas de "folga" os PMs vão "trabalhar" nos fóruns, e nas horas de "trabalho" vão "descansar" nas ruas? É isso? E a segurança do povo, como fica com os PMs cansados de tanto trabalho e pouco dinheiro? Não era melhor só aumentar os salários dos PMs e contratar mais gente para trabalhar, do que ""não obrigá-los"" a fazer hora extra em horário de folga, em troca de um dinheirinho a mais?

Comentários encerrados em 16/10/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.