Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Indicados do STF

Carlos Augusto Levenhagen e Bruno Ronchetti são nomeados conselheiros do CNJ

O desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais Carlos Augusto de Barros Levenhagen e o juiz de Direito do Tribunal de Justiça de São Paulo Bruno Ronchetti de Castro foram nomeados na sexta-feira (2/10) conselheiros do Conselho Nacional de Justiça. Eles foram indicados pelo Supremo Tribunal Federal, conforme os decretos presidenciais publicados no Diário Oficial da União.

Antes das nomeações, os magistrados foram sabatinados e as indicações foram validadas por votação no Senado. Levenhagen ocupará a vaga decorrente do término do mandato da desembargadora do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios Ana Maria Duarte Amarante Brito. Já Ronchetti passará a compor o Conselho por conta do término do mandato de Debora Ciocci, juíza do TJ-SP.

O plenário do CNJ é composto 15 membros, sendo nove magistrados, dois membros do Ministério Público, dois advogados e dois cidadãos de notável saber jurídico e reputação ilibada, um indicado pelo Senado e outro pela Câmara. Com informações da Assessoria de Comunicação do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 3 de outubro de 2015, 16h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/10/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.