Consultor Jurídico

Fique no cargo

Para comissão, Conselho Federal da OAB não deve apoiar impeachment de Dilma

Retornar ao texto

Comentários de leitores

7 comentários

Moeda de troca

Ariosto Moreira da Rocha (Bacharel - Administrativa)

Para não perder o exame, a OAB apoia o governo, segundo sites ligados a OAB, o exame é quem sustenta a OAB. Sabemos das desigualdades e desrespeito a CF, mas até o STF tem julgado politicamente. A CF diz: È livre o exercício de qualquer profissão: por que a OAB pôs catraca?

isto não me representa

Raphael F. (Advogado Autônomo)

Esse grupo não me representa como advogado e tampouco como cidadão. Pelo texto, a decisão não foi unânime - mais uma indicação que nem a própria entidade tem um posicionamento pacífico. O país nunca esteve como está e esta senhora que se diz "Presidenta" deveria respeitar o próprio país e renunciar. Uma organização esquerdista populista que quer implantar "socialismo" com patrimônio alheio - como qualquer outra mundo a fora. Individuos que se valem de uma constituição cheia de brechas e interpretações para beneficiar pessoas que agem fora da lei.

Alguem ficou surpreso?

EZEQUIEL BERTOLAZO (Advogado Associado a Escritório)

Por que será que não fiquei surpreso com a a decisão da comissão? Por que sei que eles estão se lixando pelo Brasil e pelo povo brasileiro!

Futuro presidente do conselho federal da oab

Advocacia Costa Alves (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Se já esta ruim as coisas para a advocacia, podem até piorar mais ainda, pela sua falta de representatividade em decorrência do frágil processo eleitoral nas Seccionais, as coisas ainda podemo piorar mais ainda, haja vista que, podemos ter ai o Sr. Luiz Flávio Borges D'Urso elegendo-se Presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, por isso que propôs e desafie o CONJUR a publicar uma Carta dirigida a Advocacia, pleiteando mudanças no Processo Eleitoral da OAB para tornar a instituição mais representativa, mediante a implantação de segundo turno nas eleições nas Seccionais e eleições diretas para Presidência do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, pois, o atual formato das eleições torna possível um determinado grupo dominar a OAB em um Estado por vários anos, com representatividade de apenas 1/3 dos advogados e advogadas daquela Seccional.

Por isso peço o apoio dos colegas a assinarem, apoiarem e divulgarem o abaixo-assinado de minha autoria requerendo mudanças no processo eleitoral da OAB. Acessem o meu facebook, procure em Elias Alves Costa.

Haviam dúvidas do resultado dessa comissão?

Gabriel da Silva Merlin (Advogado Autônomo)

Algum duvidava de qual seria a conclusão dessa comissão criada pela OAB?

Sempre assim

Professor Edson (Professor)

A OAB adora um belo muro, mesmo nos piores momentos da nossa história, não muda.

Falta de democracia interna

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Quem deve decidir isso são os advogados brasileiros, não um grupinho sem representatividade.

Comentar

Comentários encerrados em 6/12/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.