Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Informatização da Justiça

A partir de segunda-feira, TJ-SP aceitará apenas ações digitais

A partir de segunda-feira (30/11), o Tribunal de Justiça de São Paulo aceitará somente ações em formato digital. Com a mudança, protocolos e distribuições deverão ser feitos pela internet, por meio do Sistema de Automação da Justiça (SAJ).

Segundo o TJ-SP, a informatização fará com que mais de 70% do tempo gasto no transporte dos autos e com anotações de controle seja economizado. Isso ocorrerá, de acordo com a corte, porque atividades de protocolo, cadastramento, autuação e carga para o cartório serão executadas em dois minutos.

O tribunal paulista detalha que, com o processo digital, serão economizados, em 2016, seis milhões de horas, que equivalem à força de trabalho de três mil pessoas por mês. Atualmente, o TJ-SP é composto por 51 mil pessoas — sendo 360 desembargadores e 2 mil magistrados de primeiro grau — e administra mais de 25 milhões de processos, um quarto de todos os litígios existentes no Brasil.

De acordo com a Softplan, empresa que desenvolveu o SAJ, o sistema concede um ganho de 47% na taxa de vazão dos processos, de 50% na produtividade de magistrados, de 70% na celeridade de tramitação dos processos e de 87% no índice de atendimento de novos processos.

Revista Consultor Jurídico, 27 de novembro de 2015, 20h20

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/12/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.