Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ajuste fiscal

Servidores do Judiciário do Espírito Santo mantêm greve

Os servidores do Poder Judiciário do Espírito Santo decidiram na sexta-feira (20/11), por unanimidade, manter a greve da categoria que já dura 45 dias. Segundo os servidores, que se reuniram em assembleia extraordinária, pacote de medidas de ajuste fiscal da direção do TJ-ES cortou conquistas dos servidores.

Os sindicalistas dizem que tentaram negociar com os desembargadores antes de decidir pela manutenção da paralisação por tempo indeterminado. Publicado no Diário da Justiça de sexta, o pacote anula as promoções dos servidores e o adiamento de medida que garantiu pagamento de perdas nos salários em três parcelas de 5% em 2015, 2016 e 2017.

O ajuste transferiu o pagamento destas perdas inflacionárias para 2018 e 2019, respectivamente, segundo Sindijudiciário. O sindicato informou também que vai questionar judicial e administrativamente todos os atos feitos pela presidência do TJ-ES, que tenham efeitos financeiros, nos últimos 180 dias.

Revista Consultor Jurídico, 23 de novembro de 2015, 10h56

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/12/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.