Consultor Jurídico

Controle de constitucionalidade

Decisão sobre emenda dos precatórios foi "desastrosa", diz Gilmar Mendes

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

Pimenta nos olhos dos outros é refrescante...

Antônio A.Oliveira (Advogado Autônomo - Tributária)

Embora o Exmo.Sr.Ministro tenha suas razões, nada justifica um Cidadão que diante de tantas dificuldades e após tanta lentidão da nossa justiça, consegue o direito de receber algo legítimo. Mas bem diferente da realidade, nunca sabe quando tal fato vai ocorrer. Talvez fosse melhor afirmar: Desista da justiça, pois vai ser muito difícil receber seu direito durante sua vida.

Porto (Advogado Autônomo)

Observador.. (Economista)

Perfeito!!

Crise financeira

Hiran Carvalho (Advogado Autônomo)

‘Ad impossibilia nemo tenetur” ( Ninguém pode ser obrigado ao impossível). É por demais conhecido que grande parte dos Estados e Municípios estão à beira da falência. São obrigados ao pagamento da folha mensal dos funcionários, à saúde da população, á educação e á segurança, A grande maioria dos débitos de precatórios e de RPVs é de ações dos próprios funcionários, cujas vantagens em decisão judicial são de imediato cumpridas e incluídas em folha de pagamento, A discussão se resume aos atrasados. A folha mensal tem prioridade porque é a “comida na mesa”, enquanto os atrasados são um “plus” esperado. Claro que esses atrasados têm de ser pagos, mas a legislação tem o dever inquestionável de facilitar aos entes públicos a realização desses pagamentos e jamais dificultar.

Desatroso

Porto (Advogado Autônomo)

Desastroso é ver um Ministro do STF defender o calote dos órgãos públicos. Lamentável

Fala demais

JUNIOR - CONSULTOR NEGÓCIOS (Professor)

Se ficasse calado poderia ser um sábio.

Calote oficial

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Desastroso é o calote oficial da União, ao não pagar os precatórios alimentares em 12 de novembro de 2015, desobedecendo ao cronograma anunciado no início do ano. Claro que o Ministro Gilmar Mendes não se preocupa com isso, afinal o dele cai todo mês religiosamente.

Esperança nem sempre é a última que morre.

Em busca do conhecimento. (Outros)

Então quer dizer que: esperar, esperar e esperar por algo que é seu por direito, que, muitas das vezes, pessoas morrem de tanto esperar sem nem ao menos ver a cor de nada, seria esse o caminho correto, o prologamento das dívidas? Creio eu que não.

Hecatombe.

Estrupício Hermenêutico (Outros)

A decisão de permitir que policiais invadam uma residência à noite será o quê? Para o Ministro, que JAMAIS terá sua residência invadida por policiais, de dia ou de noite, é apenas uma brisa suave e agradável. Mas para o morador do morro, será um tsunami. Parabéns, Ministro, pelo apreço que o Supremo tem pela nossa Constituição!

Complicado

Gabriel da Silva Merlin (Advogado Autônomo)

E a questão da taxa referencial foi uma, e dá maneira que o STF julgou a questao da taxa referencisl (por exemplo) tem gente querendo reindexar a economia novamente.

Comentar

Comentários encerrados em 20/11/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.