Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acesso à informação

ONG húngara aponta falta de transparência no trabalho de defensores

A Corte Europeia de Direitos Humanos ouve nesta quarta-feira (4/11) uma organização que reclama que delegacias na Hungria se recusaram a divulgar o nome de defensores públicos para uma pesquisa. A ONG pediu a lista de advogados chamados para defender acusados em determinado ano, mas o pedido foi negado com o argumento de que o trabalho dos defensores é privado, e não de interesse público.

A organização levou sua reclamação à Suprema Corte húngara, mas não teve sucesso. O tribunal deu razão aos delegados. Agora, o grupo espera uma posição da Corte Europeia de Direitos Humanos. O julgamento deve acontecer só no próximo ano.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 4 de novembro de 2015, 13h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/11/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.