Consultor Jurídico

Colunas

Direito de Defesa

Regularização de bens não declarados no exterior: escândalo ou solução?

Comentários de leitores

4 comentários

Repatriamento de valores

boan (Contabilista)

Como o brasileiro é um pouco diferente dos demais a suspeição ue usarão a aplicação da lei para enviar ilicitos e depois pedir para fazer o repatriamento tornando-os licitos mesmo pagando encargos. Usar a brecha da lei para tornar os atuais fora da lei - lavajato, mensalão, banestado, etc., em beneficiários é fazer o brasileiro de trouxa.

dinheiro sempre , não importa a origem

hammer eduardo (Consultor)

Na verdade a situação financeira do Pais esta muito pior do que sai diariamente em doses homeopáticas . O Ministro Levy prossegue messianicamente com seu trabalho de Sisifo que contem muito discurso , muitas ideias inéditas porem tudo travado pelo modelo bandido de DESadministração dos petralhas que saquearam o Brasil além de sua capacidade normal de reposição. Roubalheira e incompetência sempre andaram de mãos dadas e nosso povinho "inguinoranti" sempre se conformou com isso , o problema é que agora atingiu níveis "nunca dantiz" imaginados . Já se comenta a ideia de legalizar o jogo e confesso que não ficaria nada surpreso de pensassem numa próxima etapa em legalizar as drogas dentro do fracassado modelo Holandes. Obvio que começaria de leve apenas com a maconha , dizem a boca miúda que as grandes industrias da morte empacotada já teriam todo o esquema prontinho para botar "aquele que satisfaz" no boteco na esquina de cada um.
Não tenhamos ilusões , o Pais QUEBROU e agora estão desesperados para ver como fazem para tocar o básico ate 2018 e de preferencia emplacando mais um para manter a cleptocracia atual.
A repatriação de dinheiros trambicados e escondidos la fora é apenas o primeiro passo. Não descartaria inclusive um novo confisco igual ao patrocinado pelo cheirandinho Collor de mello em 1990 , o povinho vagabundo e covarde continua o mesmo apesar de hoje ocorrer um fato novo que é o excesso de informação , não seria muito fácil mas plenamente administrável pela QUADRILHA do planalto.

Os vícios são insanáveis!

Sérgio Renault (Advogado Autônomo)

O discurso que esse projeto visa regularizar brasileiros com problema é apenas um pano de fundo, é claro que o objetivo principal é arrecadatório. Sendo assim, a fome financeira do Estado não pode passar devastando todo um sistema de valores Constitucionais.
Ficou claro pelas alterações feitas na última comissão, que um projeto delicado como esse não pode ser feito de forma apressada e sem uma maior participação de todos. Os vícios que se encontram no projeto, o maculam por inteiro.

Dúvidas.

Estrupício Hermenêutico (Outros)

Eu também já comentei alhures que a anistia, em princípio, não atinge a corrupção. No entanto, toda a polêmica que vem sendo divulgada nos estudos publicados no site demonstra que o projeto precisa ser melhor elaborado antes de virar lei. Todas essas questões devem ser enfrentadas agora, para que o Judiciário não venha a ser chamado para dar a palavra final.

Comentar

Comentários encerrados em 11/11/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.