Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Problema de caixa

Governo do DF é impedido de pagar auditores fiscais em parcelas

O Governo do Distrito Federal tem até o quinto dia útil do mês seguinte ao trabalhado para pagar seus auditores fiscais. A decisão é do Conselho Especial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal. Para o colegiado, os servidores não podem ser prejudicados pelos problemas de caixa da administração.

A decisão foi tomada em um mandado de segurança impetrado pelo Sindicato dos Auditores da Receita do Distrito Federal para contestar o ato do governo que alterou a forma de pagamento dos servidores, que passou a ser em três parcelas, pagas em diferentes datas.

Os desembargadores do TJ-DF entenderam que os servidores não podem ser apenados pelos erros da administração, que deve procurar outra maneira de resolver seus problemas sem que prejudique os seus servidores.

“No caso, os substituídos, que certamente não contribuíram para as mazelas oriundas da má gestão publica, serão duplamente penalizados e duramente castigados, pois além de enfrentarem os aumentos anunciados, ainda terão reduzidos os seus rendimentos em meses que, normalmente, são exigidos maiores gastos, tais como matrícula de filhos, compras de material escolar e outras despesas congêneres, sem esquecer, é claro, da gama dos altíssimos impostos cobrados no primeiro semestre do ano, como IPTU, IPVA e daí por diante”, diz o acórdão.

Ao repassar seus problemas de caixa para os servidores, o governo buscou a "solução mais fácil e cômoda", criticaram os desembargadores. Cabe recurso. Com informações da assessoria de imprensa do TJ-DF.

MSG 0215.00.2.001565-4

Revista Consultor Jurídico, 22 de março de 2015, 16h37

Comentários de leitores

2 comentários

Pagamento de auditores fiscais em parcelas

Bia (Advogado Autônomo - Empresarial)

A que ponto chegamos, diante de nossa passividade diante dos desvios bilionários ilícitos das verbas públicas e da má gestão, altamente irresponsável, de nossos governantes!

interessante decisão.

PAS-adv (Servidor)

Espeto que a decisão resolva os problemas financeiros decorrentes da má gestão pública e da corrupção. Fatos que foram tolerados por autoridades que deveriam ter acompanhado antes. Como o TCDF. Entre outros que poderiam ter evitado ter chegado a esse momento histórico. Triste Brasil da falta de efetividade das Cortes de Contas e demais órgãos de fiscalização.

Comentários encerrados em 30/03/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.