Consultor Jurídico

Doce discriminação

Confeitaria é condenada por se recusar a fazer bolo com slogan anti-homofobia

Retornar ao texto

Comentários de leitores

2 comentários

Liberdade de consciência.

Diogo Duarte Valverde (Advogado Associado a Escritório)

E assim a liberdade de crença e de consciência vai perdendo seu significado mundo afora. Queria ver se alguma confeitaria comandada por homossexuais toparia fazer um bolo com mensagens que não fossem de seu agrado. Que tal um bolo com uma mensagem a favor do casamento tradicional? Gostariam de ser obrigados a fazer um bolo assim?

45 páginas de sentença?

Flávio Marques (Advogado Autônomo)

Sério, 45 páginas de sentença para um caso que, no Brasil, é considerado simples. Se o caso tivesse ocorrido "por estas bandas de cá", a sentença teria, no máximo, 5 páginas. Chega a ser engraçado ver uma sentença nessa proporção... é a vantagem do país em que judicialização dos conflitos não é tão forte quanto no Brasil - além, claro, da população ser infinitamente menor.

Comentar

Comentários encerrados em 28/05/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.