Consultor Jurídico

Colunas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ranking de Notícias

Posse do novo ministro Luiz Edson Fachin no STF foi destaque da semana

Por 

Quase um ano depois da saída do ministro Joaquim Barbosa, uma cerimônia na terça-feira (16/6) oficializou a chegada de Luiz Edson Fachin ao Supremo Tribunal Federal. Professor da Universidade Federal do Paraná, ele é especialista em Direito Civil. A presidente Dilma Rousseff (PT) não foi à posse, sendo representada pelo vice Michel Temer (PMDB). Do lado de fora, servidores do Judiciário federal faziam uma manifestação para pedir a aprovação de leis que garantam recomposição salarial da categoria. Clique aqui para ler a notícia.

Filantropia
O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil decidiu liberar a advocacia pro bono para pessoas físicas que não puderem pagar por assistência jurídica. A norma deve integrar o novo Código de Ética da OAB, que está em discussão. O texto proíbe a prática para fins eleitorais ou políticos. Hoje, só existe um provimento da seccional paulista que libera o trabalho de graça apenas para ONGs ou entidades sem fins lucrativos. Clique aqui para ler a notícia.

Partilha específica
A 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça avaliou que sociedades de advogados são uniprofissionais e, por isso, devem ser consideradas apenas como sociedades simples, e não empresárias. Com isso, a corte reconheceu que a partilha de bens quando a sociedade acaba não deve seguir os mesmos critérios que no fim de uma sociedade empresária, como clientela e bens imóveis. Clique aqui para ler a notícia.


Entrevista da semana
O advogado tributarista Luiz Gustavo Bichara afirma em entrevista que a operação zelotes, que apontou irregularidades no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), foi “espetacularizada” para esvaziar o tribunal fazendário. Ele também avalia que a reforma tributária é um “devaneio”, pois tem sido empurrada sem ninguém demonstrar interesse em mudar regras. Clique aqui para ler a entrevista.


Audiência
Medição do Google Analytics aponta que a ConJur recebeu 818,9 mil visitas e teve 1,3 milhão de visualizações de página entre os dias 12 e 19 de junho. A segunda-feira (15/6) foi o dia com mais acessos, quando o site recebeu 157 mil visitas.

O texto mais lido, com 34,6 mil acessos, foi sobre decisão do Tribunal Superior do Trabalho que alterou sua jurisprudência sobre prescrição de FGTS e equiparação salarial. Foram alteradas a redação da Súmula 6 (item VI) e da Súmula 362. Além disso, foi cancelada a Súmula 434. Clique aqui para ler a notícia.

Também ganhou destaque, com 30 mil leituras, a notícia de que o Superior Tribunal de Justiça aprovou nove súmulas, cinco na área de Direito Privado e quatro na área penal. A corte ainda cancelou a Súmula 470, que impedia o Ministério Público de ajuizar ação coletiva em defesa de direitos individuais homogêneos no caso do seguro obrigatório, o DPVAT. Clique aqui para ler a notícia.


As 10 mais lidas
TST altera jurisprudência sobre prescrição de FGTS e equiparação salarial
STJ publica nove súmulas e o cancelamento da Súmula 470
Delação premiada não pode ser considerada prova, diz Luiz Edson Fachin
Operadora de TV a cabo não pode cobrar mensalidade por ponto adicional
Escritórios de advocacia não são sociedades empresárias, decide STJ
Plenário do Supremo Tribunal Federal aprova duas novas súmulas vinculantes
Sociedade de advogado não deve pagar anuidade da OAB, julga TRF-3
Brasil avança no Ranking de piores sistemas de Justiça do mundo
S.O.S: O que fazer com o terrorismo de empresas de cobrança?
Código de Ética da Advocacia liberará pro bono para pessoa física


Manchetes da Semana
Intimações não podem ser publicadas apenas no Processo Judicial Eletrônico
Em Habeas Data, Supremo garante a contribuinte direito a dados da Receita
Justiça do Trabalho não pode julgar casos de planos de previdência privada
Responsabilização de réus depende do detalhamento das acusações
Luiz Edson Fachin toma posse do cargo de ministro do STF
Jornal é condenado a indenizar e assinar carteira de contratado como free lancer
Escritórios de advocacia não são sociedades empresárias, decide STJ
Superior Tribunal de Justiça publica nove súmulas e o cancelamento da Súmula 470
"Senhor Voto Vencido", ministro Marco Aurélio diverge e fala pelas minorias
Código de Ética da Advocacia liberará pro bono para pessoa física
"União usa morosidade da Justiça em seu benefício e contra o contribuinte"
Em 10 anos, quase 7 mil empresas entraram em recuperação judicial no Brasil
"Ainda hoje julgo cada processo como se fosse o primeiro de minha vida", diz Marco Aurélio

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 20 de junho de 2015, 15h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/06/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.