Consultor Jurídico

Notícias

Origem do dinheiro

CPI da Petrobras não pode obrigar advogada a testemunhar, diz OAB

Comentários de leitores

5 comentários

É o fim...

Eududu (Advogado Autônomo)

Quem tem de explicar/comprovar a origem do dinheiro com certeza não é a advogada, nem pode ser obrigada à fazê-lo. Inversão total de valores e princípios.

" Divogadus "

vladimiru (Engenheiro)

Um crime foi cometido? Foi! A apuração deve ser feita? Deve! Não importa quem deva responder às perguntas feitas pelos investigadores pois os criminosos devem ser punidos

Assunto polêmico

Helio Telho (Procurador da República de 1ª. Instância)

Não deixa de ser curioso que a CPI da Petrobras queira investigar a origem dos honorários dos advogados que atuam na defesa dos réus colaboradores e não faça o mesmo com os demais.
Fica a impressão de que a CPI quer desestimular a colaboração premiada, isto é, em lugar de atuar para desvendar os crimes que vitimaram a maior empresa estatal brasileira, prefere movimentar-se no sentido de obstaculizar a investigação.
De qualquer sorte, a origem dos recursos auferidos por qualquer brasileiro, seja ele advogado ou não, não pode permanecer oculta. Ninguém tem esse direito de esconder isso das autoridades competentes, ainda que tais informações não estejam sujeitas à publicidade. A prerrogativa de confidencialidade entre advogado e cliente não abrange a origem dos recursos usados para pagar honorários (do contrário, estar-se-ia criando um ambiente propício à lavagem de dinheiro legalizada).

Padres

Pedro Mosqueira (Advogado Autônomo - Tributária)

E os padres, não vão intimar também?

Advogada ou MP?

LRP (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

Prerrogativa é prerrogativa , não vamos discutir, mas esta advogada bem que merecia um "aperto", mais parece uma representante do MP, só atua em delações.
Estive em uma audiência, com mais de um réu , que ela participou, e parecia que tínhamos dois representantes do MP e nenhum advogado da parte.

Comentar

Comentários encerrados em 19/07/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.