Consultor Jurídico

Mercado Jurídico

Por Sérgio Rodas

Blogs

Serviço gratuito

Quatro escritórios brasileiros ganham título por trabalho pro bono

Por terem atuação de destaque na advocacia pro bono em 2014, quatro bancas brasileiras receberam o título de Pro Bono Leading Light, da publicação inglesa Latin Lawyer. O levantamento anual divulgou 55 escritórios que prestam advocacia voluntária para instituições em toda a América Latina, destacando a fundamental contribuição no desenvolvimento e amadurecimento da cultura pro bono na região. Os escritórios brasileiros apontados como proeminentes na área foram Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados; Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados; Pinheiro Neto Advogados; e Siqueira Castro Advogados.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 22 de janeiro de 2015, 18h53

Comentários de leitores

2 comentários

Picaretagem da grossa!

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Essa temática já foi discutida por aqui, inclusive apresentando-se números. Os escritórios que receberam o "prêmio" são na verdade grandes bancas que concentram centenas de profissionais. Assim, entre as 300 ou 400 mil demandas sob patrocínio eles atuam de forma gratuita em 20 ou 30, o que não representa nem 0,0001% do trabalho total produzido pela banca como um todo, realizando uma intensa exploração midiática dessas atuações. O recebimento de tais "prêmios", em verdade, é pura e simples picaretagem.

Eu também mereço

Stefano Venuto Barbosa (Advogado Autônomo - Civil)

Esse pessoal deveria se inteirar melhor, todos nós fazemos trabalhos gratuitos, não existe profissão mais solidária.

Comentários encerrados em 30/01/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.