Consultor Jurídico

Teto do funcionalismo

Dilma sanciona aumento do salário do STF e nova gratificação para juízes

Retornar ao texto

Comentários de leitores

50 comentários

Por outro lado

Prætor (Outros)

Acho que a moderação do Conjur, acaso queira que seu sítio eletrônico seja levado a sério, deva coibir comentários como os de xyko2010 (Administrador) e de Gustavo P (Outros).

Inveja?!?!

Leandro Melo (Advogado Autônomo)

Até quando magistrados utilizarão como argumento a "inveja" alheia (se isso pode ser chamado de argumento, para mim é a falta dele). Não se trata de inveja quando nós é que pagamos a conta, se trata de prestação de contas, inveja seria se o subsídio fosse pago por outros, isso é defender os próprios interesses e não "inveja".

resgate parcial da inflação passada

Prætor (Outros)

5% destes 14% já estavam previstos em Lei para compensar inflação passada e foram absorvidos. O reajuste de 9% apenas minora a defasagem salarial dos juízes (corrosão pelos índices oficiais de inflação), que alcançava 22%, uma das poucas categorias profissionais que não conseguiram acompanhar o avanço inflacionário dos últimos anos.

Juiz precisa ganhar bem.

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Juiz precisa ganhar bem. Porém, alguns deveriam trabalhar mais.

Quanta baboseira inveja e rancorosa

Gustavo P (Outros)

A inveja é uma m
a inveja é uma
a inveja é um
a inveja é u
a inveja é
a inveja
a inveja é
a inveja é u
a inveja é um
a inveja é uma
a inveja é uma m

Marajás

xyko2010 (Administrador)

E continua a farra com o dinheiro público 14,60%, que repercute sobre todas as outras verbas e cria efeito cascata para toda esta máfia.
Inflação oficial é de 6,40%.
Sancionou esta barbaridade junto com a redução dos benefícios previdenciários para demitidos, aposentados e viuvez. Penalizou as empresas com extensão do tempo de cobertura pós acidente ou doença ( de 15 para 30 dias ).
Bom, assim os juízes decidirão ainda mais favorável a este governo que bate todos os recordes de incompetência.
Pobre país. Na mão de ladrões e incompetentes , quais as chances de melhorar ?

Desigualdade

andreluizg (Advogado Autônomo - Tributária)

Um dos grandes problemas que também dão causa à desigualdade de rendas no Brasil é o serviço público. Nos últimos três anos piorou a diferença entre pobres e ricos. O aumento do teto do STF gerou efeito cascata para legislativo e executivo de todas as esferas.
Não são só empresários os responsáveis pela desigualdade. Tem mérito quem passou em um bom concurso, e pode e deve exigir seus direitos. Mas a diferença de renda entre pobres e ricos deve diminuir. Do contrário, o salário mínimo subiu menos que isso! Neste ano o coeficiente Gini vai piorar mais, novamente!
É bom lembrar que os benefícios de uma desigualdade menor de rendas vai além da diminuição da pobreza, pois influência coisas como a redução da criminalidade, liberdade profissional... E esta última não temos no Brasil, afinal, não há pleno emprego se não há segurança para mudar de carreira.

os salvadores de seus próprios bolsos.

wilhmann (Advogado Assalariado - Criminal)

os juízes na sua abstração estrutural constituem coetaneamente os novos czares, mandarins, cesares, do extremo oriente e próximo, cavalgando nas benesses do Estado que os tratam como intocáveis, por mais que desafiam a conjuntura econômica nacional. Ainda que o Estado eclode capenga são eles remunerados bem acima de qq outra função pública mesmo diante de um pleito boçal que apresentam. Ora, se se somar todos privilégios que estes assacam contra nós contribuintes, veremos que somos um arremedo de humanos cotejados com os mesmos. Seus pleitos são abraçados pelo governo porque ficamos silentes como se tudo fosse normal. Hoje manobram aviões, carros pelo celular, amanhã nós transformarão em vacas de presépio.
Até quando seremos escravos dessa espécie de humanos?

Concordo com o MAP

Helio Telho (Procurador da República de 1ª. Instância)

Juízes devem recebem bons salário, para privilegiar com a contraprestação de bons serviços a sua fonte pagadora, no caso, o cidadão contribuinte.

Dominação do homem pelo homem

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Medidas para consolidar o retrocesso social representado pela mais recente reforma da previdência. Juiz com o bolso cheio de dinheiro é juiz que sempre privilegia a fonte pagadora.

Comentar

Comentários encerrados em 21/01/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.