Consultor Jurídico

Advogados prejudicados

AASP pede que TJ-SP restabeleça protocolo eletrônico de petições para o recesso

Retornar ao texto

Comentários de leitores

4 comentários

ao Eli - Estudante de Direito (Funcionário público)

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Que tal "fazer nada" com dinheiro que não seja do contribuinte?
"Cheio de razão" sem ter razão alguma.
Quer ganhar sem fazer nada? Mega-sena, viu? Só R$ 3,50.
Maníaco por trabalho... Só o que faltava... Reclamar de quem quer trabalhar.

Contradição !

Eli - Estudante de Direito (Funcionário público)

Foram os advogados que pediram o recesso, para que pudessem tirar férias. Agora, alguns maníacos por trabalho ficam enchendo o saco. Pois é, querem enviar milhares de petições e depois reclamam quando o processo não anda.

processo eletrônico de férias?

analucia (Bacharel - Família)

só no Brasil mesmo....

Sempre a AASP!

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Demorou. Não sou contra o fechamento de fóruns, desde que eu não seja obrigado a ficar ocioso.
Enquanto estávamos na "Era do Papel", o fechamento de fóruns era uma aberração porque impedia o direito de quem quisesse trabalhar, de efetivamente manter-se produtivo.
Com o PJe, este problema parecia resolvido.
Se o processo é eletrônico, não há motivo para que o sistema seja desligado. Aliás, muitos processos podem ser agilizados no período, independente de publicações ou do retorno dos serviços forenses.
Os bancos desligarão os seus sistemas? As lojas desligarão os seus sistemas? Os serviços de saúde desligarão os seus sistemas?
Ora, ora.
Que ainda em 2015, 2016 se apresente como uma esperança efetiva nos serviços de Justiça.

Comentar

Comentários encerrados em 1/01/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.