Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Segundo turno

Ademir Benedito é eleito vice-presidente
do TJ-SP; Pereira Calças será o corregedor

Chegou ao fim uma das disputas mais acirradas para a cúpula do Tribunal de Justiça de São Paulo. O desembargador Ademir de Carvalho Benedito foi escolhido na tarde desta quarta-feira (2/12) o novo vice-presidente da corte, com 168 votos. Ele venceu em segundo turno Artur Marques da Silva Filho, por seis votos de diferença.

Artur Marques começou na frente. Na abertura da 9ª urna, Ademir Benedito alcançou 125 votos, enquanto Marques tinha 124. Durante a apuração, os candidatos sentaram lado a lado e se abraçaram após o resultado.

“Temos o plano de aproximar o Tribunal de Justiça da primeira instância. Tradicionalmente, os juízes ficam um pouco de lado. Não posso dizer que fica abandonada, mas o foco da cúpula do tribunal historicamente sempre foi a segunda instância. É uma linha que depende do presidente do tribunal, mas pretendo usar a vice-presidência para ajudar a primeira instância a se fortalecer. Conversei com o presidente Paulo Dimas e ele pensa da mesma forma”, disse Ademir Benedito após o resultado.

Corregedoria
Para a corregedoria, foi escolhido Manoel de Queiroz Pereira Calças, com o apoio de 182 colegas. Ricardo Mair Anafe, que havia sido o primeiro colocado na primeira votação, pela manhã, registrou agora 146 votos. Essa foi a cadeira mais disputada das eleições deste ano, com seis candidatos.

“A eleição foi muito angustiante, a mais concorrida da história. Tenho 40 anos de magistratura e acredito que essa experiência fez com que os colegas me delegassem a missão de cuidar da eficiência e da ética dentro do tribunal”, afirmou Pereira Calças. “Tenho muita afinidade com o presidente Paulo Dimas, trabalhamos juntos no setor de Recursos Especiais há 15 anos, somos amigos de longa data. O conselho, com certeza, vai funcionar e trabalhar de forma harmônica para melhorar o serviço judiciário.”

Também foram definidos nesta quarta o novo presidente do tribunal, Paulo Dimas Mascaretti, e o comando da Escola Paulista de Magistratura, na chapa do desembargador Antonio Carlos Villen. O biênio 2016-2017 terá ainda Luiz Antonio de Godoy como presidente da Seção de Direito Privado; Renato de Salles Abreu Filho na Seção de Direito Criminal; e Ricardo Henry Marques na Seção de Direito Público.

Ademir Benedito está na corte desde 2005.
Divulgação/TJ-SP

Perfis
Ademir de Carvalho Benedito é paulistano, tem 64 anos e é bacharel em Direito pela USP (1973). Tornou-se juiz em 1978 e desembargador em 2005.

Presidiu a Seção de Direito Privado (biênio 2006/2007) e comanda atualmente o 11º Grupo de Câmaras dessa área (21ª e 22ª câmaras). Ele assume o lugar de Eros Piceli, que havia concorrido à presidência.

Pereira Calças atua na magistratura desde 1976 e ingressou no TJ-SP há 10 anos.
Divulgação/TJ-SP

Nascido em Lins (SP), Pereira Calças tem 65 anos e graduou-se em 1972 pela ITE Bauru. Tem ainda mestrado (2000) e doutorado (2002) em Direito Comercial pela PUC-SP. Atua na magistratura desde 1976 e ingressou no tribunal há dez anos. A função vem sendo exercida pelo desembargador Xavier de Aquino, que concorreu à vice-presidência.

Revista Consultor Jurídico, 2 de dezembro de 2015, 16h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/12/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.