Consultor Jurídico

Notícias

Poder do povo

Judiciário deve ser deferente ao Congresso, diz Rodrigo Janot

Comentários de leitores

4 comentários

Pé atrás

Eududu (Advogado Autônomo)

Cuidado, nobres comentaristas...

Hoje no Brasil não dá para por a mão no fogo por ninguém. Vejam a reportagem "CNJ absolve juiz que foi alvo de retaliações pelo Ministério Público", publicada ontem aqui no Conjur, e o que aconteceu com as representações que chegaram ao PGR.

Se tiverem paciência, vejam também todas as perguntas que Collor lhe fez na sabatina e notem que as mais "cabeludas" ficaram sem resposta...

Não se enganem, no Brasil simplesmente não existe nenhum paladino da lei e da moralidade, nem entre aqueles que deveriam dar exemplo.

Parabéns ao nosso PGR

Pedro MPE (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Parabéns ao nosso PGR pelo excelente trabalho desenvolvido no combate à corrupção. O Dr. Janot simboliza o que há de melhor no Ministério Público Brasileiro: seriedade, técnica, humildade, combatividade e inteligência.

De fato

Observador.. (Economista)

Como muito bem comentou o Delegado Juarez Pavão, uma reserva moral. Um cidadão (Dr. Janot) que abrilhanta o cargo que ocupa.
Um homem de honra.

Reserva Moral

Juarez Araujo Pavão (Delegado de Polícia Federal)

O Procurador Geral da República Dr. Rodrigo Janot vem demonstrado conduta ímpar na sua atuação frente à Procuradora Geral da República, atuação revestida de ética e moral com imensurável suporte de conhecimento jurídico e cultura geral, isso tudo, nos dá um alento de esperança, num País com uma Nação atordoada de iniquidades e desrespeito aos mais primitivos dos sentimentos que norteiam o convívio do ser humano em comunidades sociais, que são os valores éticos, morais, especialmente, o respeito e a solidariedade ao próximo, que são condições indispensáveis para a preservação da dignidade humana. Parabéns, Doutro Janot!

Comentar

Comentários encerrados em 3/09/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.