Consultor Jurídico

Limbo penal

Jornalista está preso em delegacia há mais de um mês por crime de opinião

Retornar ao texto

Comentários de leitores

10 comentários

Sugestão

João da Silva Sauro (Outros)

Imagino como seria interessante um meio de controle de informações sobre processos judiciais. Quem sabe assim, uma série de números, incluindo por exemplo o ano e seguindo a ordem de existência de processos em determinada comarca? Fico imaginando como seria conveniente para facilitar a troca de informações e o entendendimento dos casos expostos...

Balança quebrada?

JTN (Jornalista)

Realmente a nossa Justiça tem pesos e medidas bem diferentes. No caso dos 450 quilos de cocaína pura apreendida no helicóptero dos Perrellas não temos ninguém preso. E agora sabemos que o mundo do futebol, principalmente no Brasil, está contaminado. Prendam os Civitas pelo caso do Romário, bem pior. Tenham honradez e façam com que o Mensalão tucano tenha o mesmo caminho jurídico do do PT. Muito triste.

Um pouco de noção!

rode (Outros)

Se o elemento está preso em delegacia e deveria estar no regime semiaberto, é porque foi condenado. Se deveria o ser no regime semiaberto, é porque é reincidente ou a pena foi superior a quatro anos. Pode ocorrer, e nesses casos é assim, que foi condenado em mais de uma ação penal, cuja soma resultou nisso! Inicia com transação penal, depois no segundo crime uma suspensão condicional, em seguida pena substitutiva etc. Mas se a quantidade for muita, chega-se um dia à cadeia!

Estado de Direito Brasileiro

Juarez Araujo Pavão (Delegado de Polícia Federal)

O judiciário brasileiro é cheio de preciosismo, especialmente, quando se trata de ricos e poderosos, com relação a estes, quando processados, qualquer falha de menor insignificância, o processo é anulado. Quando presos, seja em flagrante ou por determinação judicial, os habeas corpus são concedidos até de madrugada, por outro lado, quando é pobre, aí a aplicação de lei penal é implacável, os requisitos objetivos são integralmente observados, e os subjetivos são relativizados em desfavor do réu. Tudo isso, denota os resquícios das práticas absolutistas, advindas da Coroa Portuguesa e do Império Brasileiro, que ainda não conseguimos nos libertar.

Nossa Justiça

Observador.. (Economista)

"A Justiça decretou sua prisão por homicídio, por ocultação de cadáver e por desobediência, em razão da fuga. Não foi a primeira vez que o lutador foi parar na cadeia. Ele passou oito meses atrás das grades em 2011, depois de participar de uma emboscada de skinheads contra punks e de matar a facadas um dos rivais: Johni Raoni Galanciak. O crime aconteceu na frente do Carioca Club, em Pinheiros, zona oeste . Acabou solto pela Justiça. Condenado a 15 anos, apelou da sentença e aguardava o julgamento do recurso em liberdade."

Acima é a matéria sobre um cidadão que, ontem, matou a tia e a esquartejou.Já havia sido preso antes, por outro homicídio, mas estava aguardando em liberdade, mesmo o crime tendo sido cometido há 4 anos. Se estivesse preso, a tia estaria viva.
Como um país pode se considerar civilizado tendo um sistema tão falho?

Enquanto isto, o jornalista segue preso....

Alguém pode me explicar?

Observador.. (Economista)

Como um homicida (há vários casos), que não foi pego em flagrante fica solto e este cidadão está na cadeia?
E agora que se tornou um fato notório, por que sua prisão continua?
Depois propaga-se a idéia de que a "culpa de todas as mazelas nacionais" é dos políticos.

Não precisa explicar eu só queria entender

Caramês (Outros)

Mais uma decisão baseada em alguma tese exótica para poder justificar tamanho absurdo. Cá entre nós foi algum carrinho de pipoca o ofendido ?

Vergonha.

Professor Edson (Professor)

Prisão ilegal, tem que ser solto imediatamente e indenizado.

Essa nossa Justiça...

Gabriel da Silva Merlin (Advogado Autônomo)

Até fui ver o blog do jornalista, é bem verdade que ele posta comentários bastante ácidos, agora nada que extrapole os limites do razoável. O caso do Romário e a revista Veja, ou do CQC e do Jair Bolsonaro foram muito mais graves e ninguém chegou nem perto de ser preso.

Aposto que o nome dos acusadores e das supostas vitimas devem ter pesado na decisão da Justiça Paulista.

Inacreditável

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

É impressionante como vira e mexe vemos fatos no mundo jurídico que não tem explicação. Ou melhor, tem, mas não está nas leis...
.
O advogado ofendido deve ser muito "influente" para conseguir com que seu ofensor seja humilhado a este ponto...

Comentar

Comentários encerrados em 15/08/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.