Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bolsa família

Itália oferece dinheiro para estimular italianos a terem mais filhos

A Itália tem uma das taxas de natalidade mais baixas do mundo. Por lá, tem morrido mais gente do que nascido. Para inverter a proporção, o governo está tentando dar o estímulo que faltava para algumas famílias: dinheiro. A partir desta semana, as famílias de baixa renda que tiverem um filho biológico ou adotarem uma criança terão direito a uma bolsa de até 1,9 mil euros (R$ 6,2 mil) por ano.

O benefício foi aprovado em fevereiro, mas só foi publicado no diário oficial agora, segundo noticiou o jornal italiano Il Sole 24 Ore. O incentivo vale para bebês nascidos ou crianças adotadas de janeiro deste ano até dezembro de 2017. A família de baixa renda tem direito a receber a bolsa até o bebê fazer três anos ou até a adoção completar esse mesmo tempo. 

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 17 de abril de 2015, 16h24

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/04/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.