Consultor Jurídico

Ideologia ultrapassada

É abstrata e metafísica a insegurança jurídica que paira sobre terceirização

Retornar ao texto

Comentários de leitores

9 comentários

Leonardo BSB

Leandro Melo (Advogado Autônomo)

Leonardo, não fale besteira, "fazem mal ao país"? Como assim? Essa conversa liberalista já morreu em outros países faz décadas, as pessoas insistem com esse discurso que "em tal lugar é melhor"! Isso é mentira, dizem que os encargos trabalhistas são muito altos no país, mas mesmo com todos os encargos ainda se paga cerca de 1/3 do valor que se pagaria em outros países, assim, se não houvesse esta proteção do Estado, o trabalhador receberia R$50 por mês, para trabalhar 80h/semana.
A justiça do trabalho assim como a consumeirista é gigante no Brasil, mas isto decorre da quantidade de abusos cometidos contra os hipossuficientes no país, em outros países sérios as indenizações por danos morais são altas, assim desestimulam as grandes empresas a cometerem os mesmos abusos outras vezes, lá só acontece uma vez, aqui as indenizações são comparadas à esmolas, tornando os abusos lucrativos, assim inchando o judiciário, consequentemente os mesmos abusos são cometidos aos milhares diariamente, mesmo após sucessivas condenações.
Alheios a realidade e ao próprio direito são os defensores de um liberalismo desenfreado que não existe mais em praticamente nenhum lugar do mundo, não se iludam a terceirização em outros países não é como querem aplicar aqui, uma coisa é contratar um especialista para aumentar a produtividade e o lucro, outra coisa é contratar carne de canhão para diminuir os custos, não confundam as coisas. Um exemplo simples é o dos operadores de telemarketing, a concessionária de telefonia é obrigada a ter aquele atendimento, então a mesma tenta gastar o mínimo com essa "obrigação". Como? Terceirizando. E não vamos repetir o absurdo de dizer que as tarifas são módicas, porque não são.

Teoria do absurdo

Adevalle (Administrador)

Artigo decrépito!

Ótimo artigo!

Leonardo BSB (Outros)

Juízes é procuradores do trabalho e a mentalidade retrógrada desse povo, que acha bonito o que fazem de mal ao país, ensejando que temos uma das piores produtividade do mundo e que trabalhadores e empregadores virem e se vejam como inimigos! Eu não tenho a menor dúvida de que, no fim das contas, mais prejudicam do que ajudam os trabalhadores, mormente aqueles que vestem a camisa e trabalham sério! Nivelam por baixo, e julgam muito mal, alheios à realidade e ao próprio Direiro! Essa Justiça do Trabalho é mesmo um câncer! Só beneficia de verdade a seus inúmeros juízes e servidores, que se retroalimentam de suas teratológicas decisoes! Aliás, não existe lugar nenhum do mundo que tenha uma Justiça do Trabalho gigante, fora da realidade e dispendiosa que nem a nossa!

A súmula 331 não regulamenta nada

Leandro Melo (Advogado Autônomo)

Ela somente dá um norte interpretativo a terceirização, de acordo com os princípios constitucionais e do Dir. Trabalho.

Agradeço os comentários.

Erminio Lima Neto (Consultor)

Agradeço os comentários, e reitero que devemos aproveitar este excelso fórum de debates, para agregar valor aos debates. Neste sentido: a Súmula 331 do TST tem o condão de regulamentar a terceirização?

Terceirização

6345 (Advogado Autônomo)

A legislação do país está precisando de mais avanços. Não de retrocessos, tentando-se regular por lei a (quase) nova escravatura. Desta vez arrolando todos os pobres que não contam com poderosos defensores nas esferas de poder. É uma vergonha!!!!!!!!!!!

Texto sofrível.

Wadson Xavier (Advogado Autônomo - Civil)

"IDEOLOGIA ULTRAPASSADA
É abstrata e metafísica a insegurança jurídica que paira sobre terceirização."

Achei quer um site de artigos jurídicos e não um panfleto empresarial. Me poupe.

Abstração $$$

Mentor (Advogado Autônomo - Trabalhista)

A insegurança na terceirização é tão abstrata que o ex diretor de serviços da Petrobrás Renato de Souza Duque, colocou a mão (no que se sabe) em € 20 milhões no principado de Mônaco.
Por fim a terceirização de fato interessa, mas será que é para o Trabalhador ?

O articulista finge não ver o óbvio

Leandro Melo (Advogado Autônomo)

Só podia ter sido escrito por um dos maiores beneficiados com a terceirização, exatamente o intermediário que entra na relação somente para vender a força de trabalho alheia.

Comentar

Comentários encerrados em 14/04/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.