Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Império em crise

Procuradora usa "presunção de fuga" contra Eike Batista, reclama advogado

O advogado Sérgio Bermudes, que representa o empresário Eike Batista, afirma que a procuradora da República Karen Kahn quer “construir um terreno para uma medida drástica, que a lei não permite”, segundo noticiou o jornal Folha de S.Paulo

A manifestação do advogado é uma crítica à “preocupação” de Kahn, do Ministério Público Federal em São Paulo, de que Eike, seis ex-diretores e um diretor da antiga OGX (hoje OGpar) fujam do país. Eles são acusados de crimes como formação de quadrilha, falsidade ideológica e indução de investidores ao erro.

"Basta ver na nossa história penal quantos fugiram. Em especial aqueles que têm dupla nacionalidade. Para que isso não ocorra, é necessário uma Justiça ágil. Estamos falando de gente que tem suporte financeiro", afirmou Karen. 

Bermudes retrucou. "Fica muito claro o interesse dela. Ele [Eike] já esteve fora do país inúmeras vezes e sempre voltou. Não há medida restritiva”, afirmou, acrescentado não existir "presunção de fuga" do país por parte de ninguém, referindo-se aos demais réus do caso. "Eu sei o que ela está querendo [a prisão]."

A procuradora, no entanto, ainda não decidiu se pedirá à Justiça a apreensão dos passaportes dos acusados ou a prisão preventiva. Segundo ela, para a decretação de detenção, o Judiciário deveria amadurecer “a gravidade desses crimes”.

Revista Consultor Jurídico, 26 de setembro de 2014, 18h18

Comentários de leitores

4 comentários

Concordo com o MAP

Marco 65 (Industrial)

Concordo plenamente com o comentário do Dr. MAP só acrescentando que essa fúria da população querendo ver a ruina do Eike Batista se deve a duas coisas:
1- Ministério Público querendo aparecer...
2- Inveja daqueles que não sabem fazer mas querem ter....

Inveja

joao Inocêncio jr. (Advogado Assalariado)

muita gente não aguenta ver um sujeito rico que já brota o sentimento que fez de lucifer, o próprio tinhoso, ou, fez caim matar abel... desprezível esse sentimento invejoso. Eike errou ao prometer mundos e fundos na bolsa, para alguns deu certo, com jobs e o alibaba, para Eike, deu merda. mas dizer que o "Brasil" o odeia, fale por você, fale por sua grei. que Deus tenha piedade dessa geração.

Situação desconfortável

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Vamos falar a verdade nua e crua: o povo brasileiro odeia Eike Batista. Não pela sua atuação como empresário, ou pelas acusações a ele dirigidas, mas pura e simplesmente pela ostentação que ele demonstrou nos últimos anos. 99,00% dos brasileiros queriam estar no lugar dele, casando como modelo, morando em mansões, e andando de carros luxuosos. Como não podem, despejam todo o ódio que a sociedade capitalista pode produzir quando o assunto é consumo a qualquer custo e a qualquer preço. Assim, o membro do Ministério Público e o juiz que conseguirem a prisão de Eike terão uma gloria quase eterna. Serão tratados como deuses, em um País de rancorosos e obsecados pelo consumo de bens materiais. Assim, a situação de Eike é a pior possível, pois a vontade popular insana das massas consumistas, associada à busca por estrelismo hoje tão em voga no Judiciário e MP, são a mistura perfeita para a implosão do regime constitucional em prol da vontade de uma prisão abusiva apenas e tão somente para ver o "vilão do moment" sofrendo e passando por humilhação.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 04/10/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.